A mãe de Britney Spears enviou uma petição à Justiça dos Estados Unidos para apoiar a cantora em sua busca pela liberdade da tutela de seu pai. No texto, Lynne Spears afirma que a filha tem capacidade para cuidar de si mesma há anos e solicita permissão para que a princesinha do pop consiga contratar o próprio advogado.

A petição foi enviada na terça (6) à Corte Superior do condado de Los Angeles. O arquivo inclui uma manifestação de Lynne afirmando que Britney foi muito corajosa em seu depoimento no qual havia solicitado a contratação de um advogado. Ela também pediu que os juízes acatem o pedido da filha.

O processo reconhece que, embora as circunstâncias em torno do acordo legal que deu ao pai de Britney e a uma equipe de advogados o controle sobre sua vida financeira em 2008 fossem “únicas”, muita coisa mudou desde então.

“Agora, e nos últimos anos, [Britney Spears] é capaz de cuidar de sua pessoa e, de fato, dentro dos parâmetros desta tutela, ganhou literalmente centenas de milhões de dólares como celebridade internacional”, diz o texto.

Anteriormente, a cantora tentou contratar advogados por conta própria, mas a juíza responsável pelo caso recusou o pedido –sem ouvir seu depoimento– e disse que Britney não teria capacidade para fazê-lo.

Além de solicitar uma ordem para nomear um advogado particular da escolha de Britney Spears, os advogados de sua mãe estabeleceram várias das mudanças específicas que a cantora havia pedido, incluindo que seu pai fosse removido do posto de conservador, e que a tutela fosse encerrada

Entre as mudanças solicitadas no processo estão que Britney não precise passar por outra avaliação; possa andar no carro do namorado; ter seu próprio dinheiro; e remover o DIU. Essa última representa uma das grandes críticas da cantora já que, segunda ela, seu pai não a deixa realizar o sonho de ser mãe de uma menina.

Leia também  Adventures faz terceira aquisição e busca R$ 200 milhões para comprar marcas digitais

O pedido de Lynne veio após o advogado da cantora, Samuel Ingham, notificar o tribunal de que estava renunciando ao caso, no qual estava envolvido desde o início, em fevereiro de 2008. Durante seu depoimento, Britney disse que não sabia que poderia fazer uma petição para encerrar o acordo legal.

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

entre para o Desafio 19 dias