A única estreia desta semana nos cinemas em Nova Friburgo é Space Jam: Um Novo Legado. Em 1996, Space Jam: O Jogo do Século encantou o público com uma disputa épica de basquete reunindo estrelas como Michael Jordan e Chales Barkley e as personagens de desenhos animados de Looney Tunes. A ideia é perfeita ao entregar uma aventura que reúne os elementos típicos da jornada do herói, explorando o universo inusitado dos cartoons em um live action que resgata a memória afetiva do público. Vinte e cinco anos depois, Pernalonga e sua turma retornam aos cinemas para mais um confronto nas quadras, desta vez liderados por LeBron James. Ela vai fazer de tudo para vencer o jogo e recuperar a admiração do seu filho. A grande aposta do filme esta na diversidade das personagens da Warner Bros. e como colidir a realidade com um mundo da animação. Outro ponto bem desenvolvido foi a aplicação de diversas texturas nas animações, utilizando desde a computação em 3D, até mesmo a linguagem de quadrinhos, quando Lola Bunny é recrutada. São muitas as referências. Matrix, Harry Potter, os heróis da DC, Madmax e até Casablanca são utilizados, mas toda essa viajem também cansa e a narrativa perde o ritmo. Outro problema é a atuação de LeBron que se esforça, mas não consegue entregar uma boa atuação. Vale ressaltar que em boa parte do filme, os atores trabalham com o Chroma Key utilizando apenas algumas referências o que não é nada fácil. O resultado final é bom e o objetivo do filme é fazer uma celebração ao original renovando uma ótima ideia e buscando entregar uma boa diversão para toda a família. Mesmo com um enredo de Sessão da Tarde, vai agradar aos adultos e principalmente as crianças. Vale muito o ingresso e a indicação etária é livre para todos os públicos.

Leia também  Gisele Bündchen e Tom Brady assumem participação acionária na exchange de criptomoedas FTX

Sugestão: A dica desta semana para assistir em casa vai para O Cidadão Ilustre. Disponível na Nertflix esse drama argentino se destaca pelo ótimo roteiro assim como pela atuação de Oscar MartÍnez. O enredo é sobre o retorno de um escritor renomado a sua cidade natal para receber o título de Cidadão Ilustre o que vai gerar uma série de confusões. Atual, divertido e questionador, o filme debate principalmente a vaidade e o culto às celebridades. É o vazio existencial dos tempos modernos.

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

entre para o Desafio 19 dias