Esqueça as imagens de videoconferência e celebridades em roupões ou pijamas, como Jodie Foster no Globo de Ouro. A cerimônia do Oscar, que aconteceu no último domingo (25), tinha um dress code bem específico, enviado anteriormente pelos produtores do evento. Em maiúsculas, um e-mail pedia trajes formais e aspiracionais — ou seja, nada de moletons ou outras peças despojadas, hits em tempos pandêmicos. E assim as celebridades seguiram. Apesar das várias restrições em razão da covid-19, o tapete vermelho se cumpriu com aparições glamourosas.

Entretanto, se em outras ocasiões vimos as grandes estrelas com propostas disruptivas ou looks que carregavam algum tipo de mensagem e reforço de personalidade (caso de Viola Davis vestindo o estilista camaronês Claude Kameni, também no Globo de Ouro), desta vez o show ficou reservado à sobriedade e ao tradicionalismo das grandes maisons.

A pouca ousadia, do ponto de vista dos nomes dos designers e das modelagens, foi balanceada com dose extra de drama em saias excessivamente amplas e joias com cifras capazes de resolver muitos problemas econômicos — caso do conjunto Bulgari, usado por Zendaya, avaliado em 6 milhões de dólares. Perdemos em autenticidade, ganhamos em escapismo — até que bem-vindo para os espectadores que há meses não vivem o ritual de vestir algo especial para uma festinha. Relembre o que passou pelo Oscar 2021:

Longos exuberantes protagonizam a festa

A história da moda prova que, depois de grandes depressões, os trajes voltam exuberantes — a década de 20 não nos deixa mentir. Esta é um pouco da sensação ao observar o volume máximo dos longos ao estilo “bolo de noiva”, com saias amplas e rodadas, desfilados por Carey Mulligan (Maison Valentino), Amanda Seyfried (Armani Privé), Maria Bakalova (Louis Vuitton), Laura Dern em plumas (Oscar de la Renta) e Laura Pausini (Maison Valentino).

Leia também  Alerta fofura! Em vídeo, Rafa Vitti ensina filha a andar de skate | Celebridades

Carey Mulligan veste Maison Valentino

Imagem: Chris Pizzello/Getty Images

Amanda Seyfried veste Armani Privé

Imagem: Matt Petit/A.M.P.A.S. via Getty Images

Laura Pausini veste Valentino

Imagem: Chris Pizzello-Pool/Getty Images

Alfaiataria festiva

Para contrastar com as muitas camadas de tecido, tem alfaiataria em linhas retas, mas com borogodó. Diana Warren e Tiara Thomas elegeram conjuntos brancos em duas interpretações diferentes. A primeira complementou com uma blusa de gola alta e bordados em paetê prateado sob o blazer, deixando apenas colo e punhos à mostra. Já Tiara encarou uma versão sexy, com decote profundo e acabamento em plumas.

Diane Warren veste Dior

Imagem: Chris Pizzello-Pool/Getty Images

Leveza e cores intensas nos modelos vaporosos

O chiffon, tecido suave e semitransparente comum às araras de festa, e outros materiais ultraleves reapareceram em vestidos esvoaçantes, que remetem à leveza e à liberdade — tão necessárias nos últimos tempos. Escolhas das atrizes Zendaya (Valentino), Reese Witherspoon (Dior) e Halle Berry (Dolce & Gabbana).

Elegância à la “old Hollywood”

A ode aos clássicos também pintou na beleza. As atrizes Amanda Seyfried e Maria Bakalova foram de makes minimalistas para acompanhar os vestidos opulentos. Junto delas, também estava Vanessa Kirby, que vestiu Gucci. As três apostaram no combo infalível de pele iluminada, olhos com sombras neutras e batom vinho. No cabelo, outro ponto em comum: coques baixos e delicados.

Cachos, crespos e tranças brilharam

Penteados que se apropriam das texturas dos crespos e cacheados também tiveram seu momento no red carpet. A começar pela cantora Celeste, com fios alinhados em inspiração geométrica indefectível. Já a atriz Viola Davis e da cantora Andra Day apostaram em um preso com mechas ligeiramente soltas. As tranças, por sua vez, se destacaram em dois looks: de raiz com acabamento molhado da cantora Tiara Thomas e as versões longas da compositora Nicolette Robinson.

Leia também  Em foto com Paulo Gustavo, Samantha Schmütz alfineta artistas: 'Você não tem escolha' Em foto com Paulo Gustavo, Samantha Schmütz alfineta artistas: 'Você não tem escolha' | Celebridades

A cantora Celeste Waite usou os fios soltos e divididos ao meio em alusão geométrica

Imagem: Chris Pizzello-Pool/Getty Images

Viola Davis foi de cabelo preso com textura natural

Imagem: Chris Pizzello-Pool/Getty Images

Tiara Thomas com tranças de raiz e efeito molhado

Imagem: Chris Pizzello-Pool/Getty Images

Nicolette Robinson usou tranças longas com pequenos pontos metalizados

Imagem: Chris Pizzello-Pool/Getty Images

Comentários