O rapper inglês Ceon Broughton foi condenado a oito anos de prisão por administrar a dose de uma droga alucinógena que resultou na morte de Louella Fletcher-Michie, filha do ator britânico John Michie. O músico de 30 anos, namorado da vítima quando ela morreu, ainda assistiu, filmou e transmitiu nas redes sociais a morte por overdose da filha do ator. A condenação foi noticiada pelo jornal inglês Daily Star.

O advogado do rapper divulgou um comunicado em seguida ao anúncio de sua pena na qual Ceon pede desculpas: “Eu peço desculpas por não ter feito mais para salvar Loulla, peço desculpas pelo sofrimento que causei a todos que a amavam, eu quero fazer as coisas certas”.

O jornal britânico Daily Star relata que antes da sessão do julgamento na qual foi anunciada a pena, ocorreu uma tensão entre os familiares da vítima e o músico. Segundo a publicação, John Michie gritou que o rapper era uma “pessoa má” ao vê-lo, depois o rapper quebrou uma mesa e começou a se estapear e se socar até ser controlado por policiais.

A morte de Louella ocorreu em setembro de 2017. Ela tinha 24 anos e começou a namorar com Ceon poucos meses antes de sua morte. O ocorrido causou ainda mais comoção pelo fato da jovem ser filha de John Michie, famoso por sua presença em várias produções televisivas britânicas de sucesso.

Hoje aos 63 anos, John Michie é estrela de produções como as séries ‘Holby City’ (2013-2018) e ‘Coronation Street’ (2011-2013) e a novela ‘Casualty’, exibida entre 1987 e 2016. O ator tem outros dois filhos e Louella era a caçula dele.

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

entre para o Desafio 19 dias