O caso de Andrei Lugovoi, suspeito pelo assassinato do ex-agente da KGB Alexander Litvinenko, mostra como os dois supostos agentes de inteligência militar acusados pelo Reino Unido de terem envenenado o ex-espião Serguei Skripal pode levar a carreiras de sucesso na Rússia se vierem a público. 

O presidente Vladimir Putin disse nesta quarta (12) que os dois, identificados pelas autoridades britânicas pelos nomes Alexander Petrov e Ruslan Boshirov, parecem ser inocentes. Ele sugeriu que os dois contem sua história para “algum canal de mídia”. 

Acusado de ter envenenado Litvinenko com o isótopo radioativo polônio-210, Lugovoi canalizou sua fama para uma carreira política. Em 2007, ele foi eleito para o Parlamento pelo partido nacionalista LDPR, que tem fortes ligações com o Kremlin. 

“Por que a ciência não admite que objetos voadores não identificados são naves alienígenas?”, ela disse em um episódio. “Nossa hipótese de que a inteligência alien fez um conluio com a elite dominante foi recentemente e inesperadamente provada. Por que os políticos e os soldados mantêm silêncio? Eu, Anna Chapman, vou revelar esse segredo.” 

Ele era uma ativista pró-armas relativamente obscura no país antes de começar a fazer contatos políticos entre republicanos e a National Rifle Association, nos EUA. Agora, a foto de Butina é o avatar da Chancelaria russa em perfis nas mídias sociais. 

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

entre para o Desafio 19 dias