Na noite desta quarta-feira, 10, a apresentadora Sônia Abrão concedeu uma entrevista exclusiva para a CARAS Digital onde relembrou de alguns dos momentos mais marcantes da carreira dela na televisão.

Questionada sobre a época em que trabalhava como repórter de Gugu Liberato no dominical que o comunicador ancorou durante anos no SBT, a jornalista contou que chegou a ser agredida por parte da equipe da Globo por conta de uma matéria até então inédita.

Na ocasião, Sônia estava em um hospital para conversar com a esposa do ator Gerson Brenner, que no ano de 1998, foi vítima de criminosos e acabou sendo baleado, incidente que deixou sequelas na vida do artista até hoje. “Estava tudo combinado com a esposa do Gerson, a Denise. Mas aí a equipe da TV Globo chegou e mentiu para mim, tentaram derrubar a minha pauta”, disse ela.

“Foi terrível, me puxaram para baixo, me beliscavam, falavam coisas para mim, empurravam… Foi bem selvagem!”, disse a apresentadora do vespertino A Tarde É Sua. “Foi uma comoção nacional. O Gugu falando no palco, as pessoas aplaudindo. Uma loucura! Foi no auge da guerra de audiência aos domingos”, explicou.

Ainda na entrevista, Sônia Abrão comentou que apesar de ser uma referência no jornalismo de celebridades, ela nunca desejou trabalhar com entretenimento. “Nunca sonhei em ser jornalista de celebridades. Gostaria de colocar uma mochila nas costas e ser correspondente de guerra”, confessou ela. “Mas não sei se teria coragem. Mas era o meu desejo quando jovem”, justificou a artista.

close

🤞 Não perca nada!

Assine nossa newsletter e receba novidades e ofertas exclusivas!

Leia também  Um giro pelo mundo das celebridades piauienses

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

Conheça o Desafio 19 dias!