Os X-Men estão em festa! O evento Hellfire Gala reúne vários personagens, entre heróis, vilões e até mesmo celebridades do mundo real, com direito a participação do chefão da Marvel Entertainment e mentor do Universo Cinematográfico Marvel (MCU, na sigla em inglês), Kevin Feige. A razão do charmoso encontro é a apresentação da nova equipe, que contou com uma votação no mundo real para selecionar um dos integrantes; e a celebração da cultura mutante de Krakoa aos olhos do mundo — e, claro, como tudo que envolve o Clube do Inferno, há um jogo de poder e alianças no meio do festerê.

X-Men #21, lançado nesta quarta-feira (9) nos Estados Unidos, mostra a escolhida pelo público Polaris sendo apresentada juntamente com a formação de heróis que prometem salvar os inocentes e injustiçados — sendo mutante ou não —, mas com uma atuação mais política do que no passado. Como os Filhos do Átomo agora têm uma nação, com remédios e tecnologia que tornam Krakoa um lugar de destaque no mundo, este é momento para usar essa atenção para mostrar ao humanos coisas que eles não estavam acostumados a enxergar com tanto ódio cego pelos “mutunas”.

O novo grupo é composto por Jean Grey, Ciclope, Polaris, Synch, Vampira, Wolverine (Laura Kinney) e Solaris. Note na imagem abaixo que, assim como a maioria dos convidados, o pessoal caprichou no look para a Hellfire Gala — ou seja, é improvável que seus uniformes de batalha sejam iguais.

Polaris, Synch, Vampira, Wolverine, Ciclope, Solaris e Jean Grey: a nova formação dos X-Men (Imagem: Reprodução/Marvel Comics)

E, como diz o título desta matéria, isso não foi a única que chamou a atenção nesta edição.

Leia também  Live solidária de celebridades quer arrecadar mil cestas básicas para famílias carentes ⋆ Portal Comunique-se

Teria Ciclope “vendido” a ideia de um roteiro para os X-Men no MCU?

No auge da bebedeira, Ciclope vai para o bar e encontra com um rosto familiar. Kevin Feige não diz seu nome, mas está idêntico, com direito ao seu tradicional visual com boné. Eis que o executivo pergunta: “Qual é a sua história?”. Scott Summers começa dizendo que “é complicado”, e, então, resume sua jornada com Charles Xavier: de aluno, a adorador, passando por desafeto, e, por fim, alguém que passou a entender o papel de seu mentor.

Imagem: Reprodução/Marvel Comics

Ciclope diz que não vê mais Xavier como um salvador, e que aceita as falhas, já que todos temos. Scott passou a enxergar seu professor como um igual, como uma pessoa comum, que, assim como todos têm sonhos. “O mundo é um destruidor de sonhos”. E, no final de seu discurso a Feige, ele diz: “Qual é a minha história? Sou um sonhador. Sou um X-Man.”

Imagem: Reprodução/Marvel Comics

Depois disso ele vai embora e nada mais se fala. E é interessante notar que Feige está na festa justamente porque é uma celebridade. Então, Ciclope certamente sabe quem ele é. E, desta forma, o que seria apenas um momento poético para um nobre desconhecido, pode ser que o líder dos X-Men estivesse “vendendo” a ideia de um roteiro para a adaptação dos mutantes no MCU.

Feige não apareceu mais na história e, até agora, sua versão de carne e osso nada comentou sobre sua aparição. Mas esse é um easter egg que fará muitos fãs dos quadrinhos e dos cinemas sorrirem — e, claro, ficarem esperançosos a respeito do primeiro filme dos X-Men no MCU, já que, se depender do Ciclope e da boa vontade do executivo, o sucesso está garantido, não?

Leia também  Felipe Bertuol fala sobre carreira como modelo e namoro com Juju Franco

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

close

🤞 Não perca nada!

Assine nossa newsletter e receba novidades e ofertas exclusivas!

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

Conheça o Desafio 19 dias!