Categorias
Notícias

Fiat 500e chega no fim do ano como o primeiro elétrico da marca no Brasil

A Fiat revelou nesta semana a nova geração do 500 elétrico. Com o cancelamento do Salão de Genebra, na Suíça, devido aos casos de Coronavírus, a apresentação foi realizada em Milão, na Itália – onde também há muitos casos de coronavírus.

O conjunto óptico segue com o formato arredondado, mas desta vez foi dividido em duas partes pela linha do capô, deixando as luzes diurnas na tampa do antigo cofre do motor e os faróis na parte superior do pára-choque.

Na traseira, as lanternas ganharam uma releitura enquanto o friso acima da placa está maior e imita um spoiler. O nome do veículo ganhou um jogo de cores na lataria, onde o último “0” do “500” se transforma em “e” – de elétrico.

As primeiras 500 unidades fazem parte de uma série limitada, chamada: La Prima. Elas serão cabriolet e terão um emblema na lateral com número do modelo (que vai de 1 a 500) e que será acompanhado pelo nome do país em que o carro foi adquirido.

O veículo possui duas telas digitais. Uma destinada ao painel de instrumentos logo atrás do volante e outra de 10,25 polegadas para a central multimídia, compatível com Apple CarPlay e Android Auto.

Ele também é equipado com o sistema UConnect 5 que oferece o serviços: My Assistant, para solicitar ajuda em caso de avaria; My Remote, para saber o nível de bateria; My Car, para detalhes sobre os parâmetros do carro; My Navigation, mapa dinâmico; My Wi-Fi, ponto de acesso de internet móvel capaz de conectar até oito aparelhos; e My Theft Assistance, notificação imediata em caso de roubo.

Além disso, o 500 oferece direção autônoma nível 2, com controle de cruzeiro adaptativo, sistema Intelligent Speed Assist – que lê os limites de velocidade da via e alerta o condutor –, alerta de faixa, sistema Urban Blind Spot que avisa (e até freio o carro) em caso de obstáculos na via, sistema Attention Assist (que avisa sobre o cansaço do motorista alertando que deve fazer uma pausa) e câmeras de monitoramento longitudinal e lateralmente para diminuir os pontos cegos.

O motor elétrico tem potência de 118 cv e acelera de 0 a 100 km/h em nove segundos com uma máxima de 150 km/h – velocidade limitada eletronicamente. O conjunto de baterias de íon-lítio tem capacidade de 42 kWh e dá uma autonomia de 320 km ao Fiat 500.

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Comentários