“Além de uma tentativa de formalizar a entrada de mais uma franquia e fomentar o mercado legal de Animes e conteúdos japoneses, atualmente dominado pela pirataria”, revelou a Sato Company, em comunicado oficial. “Gostaríamos que os fãs de Boku No Hero prestigiem este conteúdos OFICIAL japonês. Esta é a chance de apoiar um projeto legal para apoiar a vinda de futuros novos projetos”.

No filme, Deku e All Might recebem um convite para a I-Expo, a principal exposição mundial de habilidades Quirk (poderes) e conhecer as mais novas e incríveis invenções para heróis. Em meio à empolgação, patrocinadores e profissionais de todo o mundo, Deku conhece Melissa, uma menina que é Quirkless (sem poderes) como ele ja foi um dia. De repente, o poderoso sistema de segurança da I-Expo é invadido por vilões e um plano sinistro é posto em ação. Uma séria ameaça a sociedade de heróis. Somente um homem detém a chave para tudo — o todo poderoso símbolo da paz: All Might.

O anime de Boku no Hero Academia, franquia criada em 2014 por Kōhei Horikoshi, é transmitido pelo serviço de streaming online Crunchyroll. A quarta temporada estreia em outubro. No Brasil, o mangá de mesmo nome é publicado pela JBC.