Eficiência da Coronavac contra a variante do SARS-Cov-2 surgida em Manaus, ainda que em estudo preliminar, traz esperança

Por Alon Feuerwerker*

Publicado em: 10/03/2021 às 18h20 Alterado em: 10/03/2021 às 21h16 2021-03-10 2021-03-10 access_timeTempo de leitura:

Coronavac: será excelente se a vacinação com o imunizante de origem chinesa ajudar contra novas cepas (Rodrigo Paiva/Getty Images)

As notícias vêm e vão, mas uma boa notícia do dia é a Coronavac ser eficiente contra a variante do SARS-CoV-2 surgida em Manaus. São estudos ainda preliminares, e todos sabemos como o meio científico e a imprensa estão coalhados de “estudos preliminares”. Mas não custa ter a esperança de que se confirmem. Será excelente se a vacinação com o imunizante de origem chinesa ajudar contra novas cepas.

Outra notícia relevante do dia é a progressiva aceitação da Sputnik V na Europa. Desta vez foi o responsável pelas vacinas na Alemanha a elogiar o imunizante russo do Instituto Gamaleya. Pouco a pouco, as barreiras geopolíticas vão sendo permeabilizadas pela necessidade premente de atender à demanda irrefreável das populações por vacinas.

Aqui no Brasil, parece já termos superado o período de desconfianças sobre a Coronavac. Ou pelo menos já estamos bem perto de superar.

Falta agora dar o passo decisivo. Talvez a Anvisa deva reavaliar seu ritmo e compreender que estamos diante de uma emergência nacional em larga escala. Uma situação de guerra. E situações não convencionais exigem atitudes idem.

* Alon Feuerwerker é analista política da FSB Comunicação

Assine os Boletins da Bússola

Siga Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter  |   Facebook   |  Youtube

Mais da Bússola:

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Leia também  Sabesp salta 4% em meio a rumor sobre Castello Branco como possível CEO | Invest

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital R$ 1,90 Nos três primeiros meses, após este período: R$ 15,90 Acesse onde e quando quiser. Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças. Assine exame digital + impressa R$ 29,90/mês Acesse onde e quando quiser Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças. Edição impressa mensal. Frete grátis Assine

4094067

Comentários