Desde 2013, a Groenlândia tem cerca de 700 nascimentos e 800 abortos por ano, segundo estatísticas do governo. O país enfrenta problemas com violência (um terço dos adultos foram expostos a algum tipo de abuso na infância) e alcoolismo. A Groenlândia é a maior ilha do mundo, mas tem uma população pequena: apenas 55.992 pessoas, de acordo com a Statistics Greenland. Embora seja autônoma, integra o Reino da Dinamarca. Mais da metade das mulheres que engravidam estão interrompendo suas gestações na Groenlândia. Isso representa uma taxa de cerca de 30 abortos por 1.000 mulheres.