Categorias
Notícias

IBGE abre mais de 200 mil vagas temporárias para o Censo 2020

O processo de seleção vai até o dia 24 de março. É o início da preparação para o censo 2020 que será realizado entre primeiro de agosto e 31 de outubro. São pouco mais de 208 mil vagas: 28 mil para agentes censitários municipais e supervisores, que gerenciam o trabalho da coleta de dados.

“Pela quantidade de vagas, a gente tem uma expectativa de quase dois milhões de pessoas no pais, é o maior processo seletivo para contratação que a gente realiza no país”, avaliou Bruno Malheiros, coordenador de Recursos Humanos do IBGE

O maior número de recenseadores vai trabalhar na Região Sudeste, e o menor, na Região Norte. Os recenseadores não terão salário fixo. A remuneração será calculada por produção, com base no número de domicílios visitados e dos questionários respondidos.

O IBGE espera que os recenseadores dediquem pelo menos 25 horas por semana para fazer o Censo. Isso significa cinco horas por dia, de segunda a sexta. Mas quem quiser aumentar a produtividade também poderá trabalhar nos fins de semana, feriados e à noite, desde que até as 21h. Cada recenseador terá que cobrir uma área com, em média, 300 domicílios, que podem estar em ruas cheias de casas ou então num único grande condomínio.

Sueli Pereira da Silva é de Campinas, interior de São Paulo, e também trabalhou em 2010. Desempregada há um ano, ela vê no Censo uma oportunidade de ganhar dinheiro, mas também quer repetir uma experiência que não consegue esquecer.

“As pessoas me recebiam muito bem, aquele carinho, com amor, me convidavam para entrar, ofereciam uma água, um café, vinham as crianças abraçarem: ‘Nossa, o IBGE chegou na minha casa’. Aquele carinho é uma coisa que me fez gostar muito de trabalhar como recenseadora”, contou.

Comentários