O acordo entre as partes ainda depende de aprovação da 24ª Vara do Trabalho, mas já é uma decisão praticamente definitiva e da qual não haverá mais questionamentos. A Globo já havia perdido o mandado de segurança contra a decisão do Juiz do trabalho José Aguiar Linhares Lima Neto, que determinou a reintegração sob pena de multa diária de R$ 10 mil. Para o juiz, a “síndrome de Burnout” de Izabella encontrava “implacável relação com o labor” na TV Globo. Em outubro o desembargador Nelson Nazar, do TRT, negou o recurso no mandado de segurança da TV Globo. A jornalista segue reintegrada, mas sem trabalhar até o acordo ser homologado, segundo a coluna apurou. A Globo não comenta questões trabalhistas. Procurado pela coluna hoje o advogado da jornalista, Kiyomori Mori, disse que não faria comentários porque a ação corre em segredo de Justiça.

Facebook Comments