O live-action de O Rei Leão já ultrapassou a marca de 2 milhões de espectadores nos cinemas brasileiros desde a sua estreia, ocorrida no último 18 de julho.

Este número revela que o filme, além de ser um dos mais aguardados do ano, mexe não só com a imaginação das crianças, mas com a memória afetiva de muitos grandões que já passaram dos 25 anos de idade. 

Tanto é verdade que a indústria do entretenimento não perdeu tempo e, para ativar a nostalgia desse último público, lançou um kit comemorativo. A rede de cinema Cinemark fez um combo com uma caixa verde, em formato das antigas fitas de videocassete, contendo um quebra-cabeças temático com 30 peças.

O item pode ser adquirido através do aplicativo da Cinemark e também nos ponto de venda de lanches da empresa em suas salas de cinema. Mas, o que são e por que escolheram esse item para representar o filme ‘O Rei Leão’?

Foram anos pedindo pros nossos pais rebobinarem a fita VHS de #OReiLeão pra gente assistir de novo e de novo e… de novo! A gente trouxe esse combo com gostinho de infância pra lembrar desses momentos e dar um quentinho no coração 😍❤ Corre pra #Cinemark garantir o seu!

Para responder à essa pergunta, é preciso voltar no tempo, lá no início dos anos 1990. O longa metragem O Rei Leão (o filme mesmo, com os personagens em formato de desenho animado), da Walt Disney Pictures, estreou no Brasil em 8 de julho de 1994.

Sucesso de bilheteria, foi premiado no ano seguinte com dois OSCAR – ‘Melhor Trilha Sonora Original’ e ‘Melhor Canção Original’, esta última, com Elton John e Tim Rice por Can You Feel the Love Tonight.

Em abril de 1995, o filme foi lançado no mercado para ser assistido em casa. Naquela época, filmes e desenhos só estavam disponíveis ao público através de mídias conhecidas por fitas VHS  – do inglês: Video Home System, ou Sistema de Vídeo Doméstico.

Dessa forma, quem não podia comprar os filmes frequentava um estabelecimento comercial (as locadoras) para alugá-los e assistir. Assim foi com ‘O Rei Leão’. Porém, diferentemente das demais fitas de vídeo no mercado, as fitas VHS dos filmes da Walt Disney vinham na cor verde. O motivo era puramente comercial e estratégico.

Na época, quem representava a Disney no Brasil era a Abril Vídeo – braço comercial do Grupo Abril – o mesmo das revistas e jornais, fundado pelo jornalista Victor Civita – responsável pela divulgação e comercialização de diversos títulos de filmes e documentários em território brasileiro.

Para diferenciar-se da concorrência, a Abril Vídeo lançou um padrão de qualidade em suas fitas que incluía a cor verde como identificação visual de seu principal símbolo: a árvore. Essa prática se manteve até pouco antes da saída da companhia do mercado de home vídeo, em 1999. Por isso, a marca afetiva nas então crianças da época é a associação da fita verde com muitos filmes da Disney, o mais famoso – ‘O Rei Leão’.

Jornalista por formação e muita paixão, radialista, fã de boas histórias e de ótimos ‘causos’.
Desde 2004, atuo nesse fascinante e desafiador mundo das notícias e da Comunicação.
Contato: fagvbh@gmail.com

Facebook Comments