A música brasileira é feita de momentos e é inegável dizer que ele tem feito muito sucesso no período atual. No topo das paradas e se firmando como um dos nomes mais ouvidos do país nas plataformas e fora delas, Kevinho realmente parece que descobriu uma fórmula de hits que o faz ficar sempre em evidência. Na semana passada, lançou música com Anitta e, durante sua passagem por Curitiba, neste sábado (2), lotando a casa de show, garantiu que o ano de 2019 está só começando para ele.

Disponibilizada a menos de uma semana, Terremoto, a nova música de Kevinho, com participação de Anitta, alcançou números exorbitantes já no primeiro dia de lançamento. “Em 24 horas foi o clipe mais visto no mundo inteiro. Agora, já está em primeiro nas mais tocadas no Brasil, eu ainda estou meio ‘eita’, sem acreditar”, comentou o cantor, em entrevista exclusiva à Tribuna do Paraná.

Seguindo uma agenda de shows corrida, o funkeiro tem rotina tão acelerada quanto a da nova diva do pop nacional. Essa correria toda, conforme o próprio cantor, foi o que fez com que a música demorasse um pouco mais a sair. “Ela já estava pronta há um ano, mas as agendas não estavam batendo, a gente vive na correria”, explicou Kevinho.

Desde que foi lançada, Terremoto fez jus ao nome e conquistou bons números no YouTube: em três dias, 17 milhões. “Por isso que eu digo, não lançamos antes, mas tudo tem seu momento e agora deu certo. Estou muito feliz com os resultados”, avaliou o cantor. Veja o clipe: 

O novo ano para ele parece que deve seguir na onda do nome da nova música. Isso porque Kevinho sem querer – ou querendo, afinal de contas no mundo da música tudo é muito bem planejado – vai conquistar um feito ainda maior em 2019: em março, é uma das atrações confirmadas no Lollapalooza Chile e vai tocar no mesmo dia que Lenny Kravitz. “Não estou acreditando ainda”, brincou.

Além de Kevinho, quem também vai ao Chile é Caetano Veloso, com um show de um CD que produziu com os filhos. “Isso é demais, pois vou ser um dos únicos artistas brasileiros e no meu movimento, representando o funk do Brasil, sou o único. Vai ser maravilhoso, estou muito ansioso e vou preparar um show diferente”.

Conforme pesquisa da Tribuna do Paraná, o Chile já é um país que ouve muito o funkeiro de Campinas, São Paulo. Em dezembro do ano passado, Santiago, capital chilena, aparecia como a quinta maior audiência do cantor no Spotify. Se apresentar fora do Brasil, para Kevinho, é uma grande chance de não só se firmar ainda mais no país vizinho, mas também de ser visto ‘lá fora’. “Com certeza pra mim isso também é uma baita oportunidade para conquistar outros países”.

Começando o ano com hit e movimentando o mercado da música brasileira, Kevinho disse à Tribuna do Paraná que a ‘máquina de sucessos’ não vai parar. “O ano está só começando, hein?”, brincou ele, completando. “Esse ano vai ter música quase todo mês, muitas novidades mesmo. Logo logo tem Kevinho e Gusttavo Lima, muita coisa boa e só projeto TOP”. O negócio é esperar e ver, pouco a pouco, mais um brasileiro conquistando espaço da forma que só nós sabemos fazer: com muito trabalho. Veja a entrevista completa: