Lívia Andrade, 36, diz que é uma pessoa reservada e que nunca pensou em trabalhar com fofocas. No entanto, resolveu agarrar a oportunidade de virar apresentadora do “Focalizando”, do SBT, sem pensar duas vezes, já que o cachê oferecido pela emissora de Silvio Santos é bem atrativo.

“Nunca tive pretensão de nada na minha vida. Nunca quis ser artista, aconteceu. O que achei legal de ser artista, não que seja fácil, é que ganhava em um dia o que amigos ganhavam em um mês. Foi isso que me atraiu. A única coisa que fiz foi me preparar para um dia em que a oportunidade viesse. Veio, mas foram anos de batalha.”

A apresentadora, no entanto, faz uma ponderação. Diz que os famosos precisam arcar com as consequências de suas escolhas —o que, na opinião dela, nem sempre acontece.

“Se você é uma pessoa pública e vem para um evento desse, por exemplo, com todo mundo bebendo à vontade e solteiro, você vai se jogar mesmo? Depois não pode reclamar que amanhã está no ‘Fofocalizando’… Se não quer que saia na imprensa, vá para o motel, fique na sua casa ou numa praia deserta. Quer privacidade, pague por isso”, dispara.

“É uma lição de vida. Aprendi muita coisa. Eu sou maloqueira né. Por muito menos, há dez anos, eu já estaria presa”, brincou a apresentadora, que recentemente se desentendeu com Leo Dias, seu companheiro de trabalho. A briga dos dois gerou polêmica, mas ela garante que já está tudo bem entre os dois.

Copyright Folha de S.Paulo. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress (pesquisa@folhapress.com.br).