Já deu pra perceber que o álbum “Madame X”, o novo da Madonna, vai ser bem variado. O próprio conceito já diz isso, já que a personagem é uma agente secreta, uma professora, uma chefe de estado, uma freira, uma santa, uma prostituta… Como a própria define.

Sobre as músicas, ela não vai se contentar com um estilo só. No primeiro single “Medellín”, deu pra perceber influencia do Reggaeton, já em “I Rise”, teve mais música eletrônica. Seguindo para “Crave”, foi para o R&B. Nesta sexta-feira (17) ela liberou a nova “Future”, em parceria com Quavo, e deu pra perceber outra influencia: o reggae.