O MIS, Museu da Imagem e do Som de São Paulo, anunciou a programação da XV Mostra de Cinema Atual Espanhol, que acontece já em outubro. Com entrada gratuita, a Mostra será realizada entre os dias 11 e 13, trazendo cinco filmes. No domingo, dia 14, acontece o Cinematographo – Especial Almodóvar, onde será exibido o longa Volver sonorizado ao vivo pela banda Claustrofonia.

A Noiva, dirigida por Paula Ortiz, é a adaptação de uma das obras mais reconhecidas de García Lorca, Bodas de Sangre. A trama acompanha o trio formado por Leonardo, o noivo e a noiva, que desde pequenos formaram um triangulo inseparável. Quando se aproxima a data do casamento, porém, as coisas se complicam porque entre ela e Leonardo sempre houve algo além de só amizade. 

Dirigido por Nacho G. Velilla, Desnorteados acompanha Hugo e Braulio, dois jovens com formação universitária, cansados de não encontrar trabalho na Espanha, que decidem emigrar para a Alemanha após assistir “Espanhóis pelo mundo”, um programa que apresenta histórias de sucesso de espanhóis emigrantes. Porém, logo eles descobrirão que perseguir o sonho alemão pode ser muito apavorante.

Sete minutos depois da meia noite, dirigido por J. A. Bayona acompanha Connor, um menino de 12 anos. Após a separação de seus pais, ele precisa que ocupar-se das tarefas de casa, pois sua mãe está com câncer. O menino tentará superar seus medos e fobias com a ajuda de um monstro, mas suas fantasias terão que enfrentar-se não somente com a realidade, mas também com sua fria e calculista avó.

A Colmeia, filme do diretor Mario Camus baseado no livro homônimo de Camilo José Cela, é um reflexo da áspera e dolorosa realidade após a guerra civil espanhola. O longa é ambientado no café “La Delicia” de Madri, em plena pós-guerra espanhola. A exibição do filme na Mostra é uma homenagem aos 40 anos da promulgação da Constituição de 1978, que deu inicio à etapa democrática na Espanha.

Já Doñana. 4 estações é um documentário dirigido por Javier Molina Lamothe. O filme fala sobre o ciclo anual de um símbolo natural da Espanha, o Parque Nacional de Doñana que fica na região de Andaluzia. É um relato que mostra a biodiversidade e as mudanças estacionais.