Seja um carioca, um capuccino ou até mesmo um refrigerante com a substância, seu organismo nota a falta dela! Curiosa para saber como fica o seu corpo sem cafeína ? Então veja abaixo:

Estava acostumada a tomar sempre? Talvez seja bom avisar seus colegas de trabalho sobre a mudança para eles se prepararem. “A cafeína causa uma dependência física moderada, então desistir dela tem seus efeitos colaterais”, conta Linia Patel, nutricionista do esporte do Reino Unido. Os mais perceptíveis são dor de cabeça e irritabilidade.

É claro que, deixando de lado o que costumava ser o seu combustível, seu corpo vai se sentir cansado. “A cafeína ativa os receptores de adenosina do cérebro , prevenindo a mente de se sentir cansada”, diz Linia. Para compensar, o seu cérebro desenvolve mais deles, então precisa de cada vez mais cafeína para eliminar a fadiga. Quando você desiste dela por completo, esse efeito vem à tona.

Quando você ingere essas bebidas como se fossem água, é o seu intestino que paga o preço. Há até quem perceba o quanto a cafeína afeta os movimentos intestinais. Isso significa que cortar o ingrediente vai “bloquear os canos”. “Coma mais alimentos com altas fibras, como frutas e legumes, e se mantenha hidratada e ativa”, orienta Linia.

“Na nutrição do esporte, a cafeína é usada como um ajudante ergogênico (que ajuda na performance), pois economiza o glicogênio dos músculos e diminui a percepção da fadiga ”, conta Linia. Você ainda vai conseguir atingir seus objetivos sem ela se procurar se alimentar corretamente no pré-treino (com proteínas e carboidratos) e não se esquecer de se manter hidratada durante a atividade física.

Roubando um snack da gaveta a cada cinco minutos? “A cafeína contém psicoquímicos chamados ácidos clorogênicos, que diminuem o apetite”, explica Linia. Tampe esse buraco ingerindo esses ácidos de outros alimentos, como mirtilos, maçãs, peras e anchovas, para evitar as beliscadas.

Terapeuta Integrativa, Masumi Suguinoshita usa a astrologia e a meditação como ferramentas principais de trabalho e traz ao Delas as previsões do horóscopo do dia.

O domingo vibra energias tranquilas. A tendência é de humores constantes, sem muitas surpresas. Empolgação e alegria não faltam com a Lua em Sagitário, assim com a criatividade de Mercúrio em Leão e o magnetismo de suas ações por conta de Marte. Apenas tome cuidado para não ferir os sentimentos alheios com atitudes invasivas. 

Marte e Mercúrio em Leão, em quadratura com Urano, estão te desafiando continuamente a questionar as suas escolhas do passado. Perguntas como “Será que estou realmente vivendo algo novo, ou estou apenar reconstruindo cenários antigos com novos figurinos?”, por exemplo, podem surgir. Não se deixe levar por pensamentos negativos, combinado?

A vontade de aprender e explorar novos assuntos e ambientes é típica do arquétipo geminiano, mas nem sempre ele vai a fundo em suas pesquisas, o que pode trazer uma sensação de estar um pouco perdido, sem sentido, e às vezes até um pouco de tédio. A Lua em Sagitário nos lembra da importância de nos aprofundarmos nos nossos interesses para encontrar novos horizontes. 

Hoje à noite a Lua entra em Capricórnio, o seu signo complementar, iniciando um breve período de faxina emocional. A percepção do seu estado emocional e físico aumenta em dias assim, justamente para que você possa enxergar o que existe de bom e também para resolver os desequilíbrios. 

Planos feitos anteriormente estão pedindo uma revisão e olhar com mais calma com a retrogradação de Mercúrio em seu signo. Não se desanime se tiver que cortar uma ou outra atividade do planejamento inicial, ok? O uso da flexibilidade e a criatividade são fundamentais durante esta fase. 

Durante o dia, a Lua em Sagitário , continua te desafiando a abrir a mente para novas perspectivas e ideais. Sair da zona de conforto traz avanços consideráveis! Fique tranquilo, pois a tendência é que o fim do domingo seja mais calmo. A Lua entrará em Capricórnio, auxiliando na digestão dos conteúdos mexidos durante o fim de semana. 

Aquilo que você idealizava para o seu futuro, pode não ser mais o mesmo, até mesmo por conta das mudanças pelas quais você passou durante as últimas semanas. Situações fora do seu controle acabaram trazendo modificações no percurso e até em si mesmo, como indivíduo. Permita que a transformação aconteça e deixe a vida fluir. 

Aprender a equilibrar a vida pessoal e profissional fica muito mais fácil quando a gente realmente entende a importância que cada uma tem em sua vida. Eles não são concorrentes, mas sim complementares. Os planetas em Câncer e em Capricórnio trazem esse desafio. Que tal descansar hoje a mente para começar a semana bem?

Toda inquietação é como uma equação que a gente resolve. A solução que criamos para ela é como um pacote de conteúdo que agregamos ao nosso repertório de vida. Compreendendo isso, fica mais fácil de encarar o futuro com maior otimismo, mesmo não sabendo no que ele dará. Tudo é aprendizado. 

Hoje à noite a Lua entra no seu signo, te aproximando daquilo que é essencial para você. É como se você conseguisse sentir o que realmente se passa pelo seu coração. Aproveite os próximos dias para se observar e lembrar-se do que é importante e tem real relevância em sua vida. Talvez você perceba que tenha deixado algumas prioridades de lado. 

Urano em quadratura com a conjunção de planetas em Leão pede um desapego de máscaras que cobrem a sua real identidade, ou a face que está surgindo através das experiências vividas nos últimos meses. Talvez você perceba que ainda não está tão livre e desperta como achava. E tudo bem! Aceite, se acolha e bola pra frente.

A tendência é que haja durante esses dias uma confiança maior em relação ao seu futuro, por conta do trígono de Netuno em Peixes com o Sol em Câncer. Se tudo deu certo, você foi construindo circunstâncias e plantando sementes aos longo das semanas, além de ter descoberto mais talentos e qualidades, te deixando mais otimista em relação ao que está por vir. 

Todo mundo tem aquela  bebida que dizem ser milagrosa para a ressaca – de isotônico a água de coco. As pessoas garantem que elas aliviam os sintomas daquela bebedeira, passando pela dor de cabeça mortal até o enjoo. E a maioria dessas apostas geralmente vem cheias de eletrólitos, que são minerais que ajudam você a ficar hidratada (além de fazer outras coisas importantes no seu corpo).

Então, até que tomar uns goles de uma bebida com eletrólitos faz sentido: se passou a noite toda enchendo a cara, é possível que esteja desidratada. Recorrer aos líquidos e muito necessitados eletrólitos só podem fazer você ficar melhor. Certo?

Hummm, especialistas não têm tanta certeza se a ressaca é tão simples de resolver. Eles não sabem se beber muito da “coisa certa” faria o seu corpo entrar em equilíbrio após uma noite bebendo “a coisa errada”.

Aquela sensação de dor e náusea? “Ela começa quando os níveis sanguíneos retornam ao zero”, diz Stacy Sims, fisiologista do exercício, dos Estados Unidos. Quando isso ocorre, bate a desidratação . Isso acontece porque o álcool tem efeito diurético no seu organismo, levando você ao banheiro para fazer xixi , então você está com poucos fluidos depois de uma noite de bebedeira.

Mas a raiz do seu desconforto está no fato de que o etanol (um tipo de álcool encontrado em bebidas) atravessa a barreira sangue-cérebro, mexendo com muitos dos sistemas do seu corpo.

Por exemplo: seu fígado precisa fazer hora extra para metabolizar o etanol e seu tóxico subproduto, o acetaldeído, que o seu organismo cria após uma noite de drinques. (O acetaldeído é a principal razão da sensação de quase-morte que você sente no dia seguinte, como a náusea, o coração acelerado e o rosto avermelhado). Você está com o açúcar desregulado e com compostos inflamatórios boiando no seu corpo, o que pode, claro, dar uma sensação de ressaca master.

E não vamos nos desligar do fato de que você deve ter dormido mal, se ficou acordada até tarde. O álcool também trabalha contra a qualidade do sono. “Muitos desses sintomas devem durar até o fim do dia seguinte à bebedeira, já que bagunçam com a fisiologia natural do corpo”, alerta Stacy.

Beber muito álcool pode impactar a função hormonal do corpo, diz Ginger Hultin, uma nutricionista de Seattle (EUA). Consumir muito álcool pode contribuir para um aumento dos níveis do hormônio do estresse, o cortisol, além de diminuir um hormônio anti-diurético (ADH), que auxilia a regular a pressão sanguínea e reduz a quantidade de vezes que você vai ao banheiro. Pense no quadro geral: seu corpo está sob estresse, a pressão subiu e você está fazendo mais xixi (deixando-a desidratada). Boa coisa? Não.

Em resumo, algumas bebidas podem ajudar, mas não há garantia de que você vai de 0 a 100. Esses líquidos visam repor eletrólitos – sódio, potássio, fósforo, cálcio e magnésio – e frequentemente auxiliam a regular os fluidos no organismo. Os eletrólitos ainda ajudam na comunicação dos seus sistemas e células.

Então se você está com eletrólitos reduzidos em razão de não ter bebido muitos fluidos (inclusive a água) a não ser drinques, repô-los pode ser uma saída. “Se a razão da sua ressaca realmente é a falta de equilíbrio dos eletrólitos, repô-los parece uma boa ideia”, diz Ginger. Mas a detecção é difícil: você só descobre se há falta deles com um exame de sangue.

E mais: as causas dos sintomas da ressaca são incrivelmente complicadas e multifacetadas. Então simplesmente apostar na falta de eletrólitos não é a melhor saída. Ainda, alguns pesquisadores descobriram que eletrólitos não mudam tanto assim após uma noite de bebedeira, diz Ginger, contrariando a crença popular. “É claro que todos metabolizamos o álcool diferente, mas bebidas isotônicas podem não ser a cura que você está buscando.”

Cientistas têm estudado as ressacas e, até agora, não foram encontradas alternativas mágicas para elas. Isso dito, se você fica bem depois de um isotônico quando acorda com o gosto de cabo de guarda-chuva da boca, aproveite! Rehidratar e usar repositores de eletrólitos não fará mal, diz Ginger.

Claro! Quando você bebe álcool, faz mais xixi, o que deixa seu corpo precisando de muita água. E se você apenas bebe água pura, sua bebida anti-ressaca com eletrólitos pode dar uma ajudinha extra. “Você precisa de um pouco de sódio para absorver os fluidos, e o pouco de açúcar encontrado nesses isotônicos ajuda com os índices de glicose”, explica Gonger.

Se vai apostar em isotônicos, encontre um com 1.5 a 3% de carboidratos e com sódio. Ou pode tomar água pura e ingerir alimentos com eletrólitos (frutas, vegetais e sementes).

Descanse e se hidrate – dê tempo ao corpo (e mente) para se recuperar. Você se divertiu e seu organismo está pagando por isso. Está tudo bem!

Leia também: Personal de David Beckham dá dicas para quem quer beber e continuar saudável

E mesmo que aquele hamburguer (completão!) pareça uma alternativa deliciosa, tente ao máximo comer o mais saudável que conseguir. “O corpo foi exposto a uma toxina e precisa ser limpo.”

Beber de novo? Passe. “Nunca recomendo beber novamente no dia seguinte para curar uma ressaca ”, explica Ginger. “Você pode ser pega em uma ciclo vicioso e acabar muito pior quando uma ressaca dupla bater.”

Deputado Delegado Claudinei entregou a moção de aplausos para os policiais militares Foto: SAMANTHA DOS ANJOS FARIAS Os policitais militares…

Assessoria | PJC-MT Uma caminhonete modelo S10 furtada no município de Sorriso (420 km ao Norte) foi recuperada pela Polícia Judiciária…

Assessoria | Sesp-MT Uma ação Integrada da Polícia Militar e Polícia Judiciária Civil cumpriu, nesta sexta-feira (12.07), nos municípios de…

Na próxima segunda-feira (15), policiais da 20ª Companhia de Força Tática de Cuiabá, unidade especializada do 1º Comando Regional da…

arrow-options Max Peixoto/DiaEsportivo/Agência O Globo – 13.7.19 Pepe comemora com seus companheiros o segundo gol que deu a vitória ao…