O coronavírus é a nova pandemia a assolar o mundo e, como você já deve estar cansado de ouvir, a recomendação é que fiquemos todos quietinhos em casa o máximo possível para evitar a contaminação em massa.

Enquanto alguns não têm essa opção por diversos motivos, sabemos que várias pessoas já estão fazendo home office ou apenas evitando aglomerações por aí. Mas o que fazer enquanto ficamos no conforto do nosso lar sem muitas distrações? Ouvir música boa, é claro!

Neste caso, assistir música boa, já que separamos 10 shows completos para você assistir em casa. Entre artistas com performances incríveis e artistas que cancelaram ou adiaram seus shows por aqui neste mês, temos na nossa seleção nomes como Radiohead, Red Hot Chili Peppers, IDLES, Mika, Gwen Stefani e mais.

Apresentação histórica do Radiohead no Glastonbury, que lançava naquele ano o divisor de opiniões Hail to the Thief (2003). Sem “Creep”, o show conta com músicas como “There There”, “No Surprises”, “Everything In Its Right Place” e fecha com “Street Spirit (Fade Out)”.

Mais um no Glastonbury e com um baita público. O IDLES, grande nome do novo Rock e que tinha show marcado no Lollapalooza Brasil deste ano, faz um show para ninguém colocar defeito. E haja pique, hein?

Vale lembrar que o Lolla acontecerá em dezembro deste ano após ser adiado. Ainda não sabemos se o IDLES continua na programação, mas torcemos para que sim!

Infelizmente não teremos Mika ao vivo — pelo menos neste primeiro semestre –, mas você pode ver um show que o cantor fez em Paris no ano passado logo acima.

Esse é histórico! Lá em 2003, o Red Hot Chili Peppers fez um dos shows mais celebrados da história do Rock no lendário Slane Castle. A formação ainda contava com John Frusciante — que está de volta! — e traz os maiores hits dos caras.

Mais uma banda que viria pela primeira vez ao Brasil neste mês e não vem mais. O Black Midi lançou sua estreia Schlagenheim em 2019 e, desde então, vem chamando atenção na cena de rock da Inglaterra.

E falando em country… Kacey Musgraves seria mais uma atração bastante esperada do Lollapalooza e que esperamos ver em dezembro. A moça lançou o aclamado Golden Hour em 2018 e tem feito grandes shows mundo afora.

O Basement está bastante quieto após lançar Beside Myself em 2018 e divulgá-lo em turnê até o ano passado. A banda, que faz uma mistura de alternativo e grunge com muita qualidade, tem um dos shows mais enérgicos e caóticos da cena, e vale muito a pena vê-los ao vivo.

Os caras passaram pelo Brasil em 2017, inclusive fazendo um show na extinta Clash Club, em São Paulo. Confira nossa resenha por aqui e aproveite o vídeo acima!

Não é muito fácil achar bons shows de Jeff Buckley na internet já que, infelizmente, o músico não viveu tempo o suficiente para fazer uma série deles.

Buckley lançou o lendário Grace em 1994 e se foi em 1997, vítima de um afogamento, pouco antes de lançar mais um disco. Seu legado se mantém, apesar disso, e você pode ver uma baita apresentação do cara logo acima.

O No Doubt não está mais na ativa, mas sua vocalista Gwen Stefani viria pela primeira vez ao Brasil em carreira solo neste Lollapalooza. No player acima está um dos shows mais legais da banda, retirado do ao vivo Live in the Tragic Kingdom (1997).

E vamos de mais show histórico! Assim como alguns shows e partidas de futebol neste momento de coronavírus, o Pink Floyd foi a frente de seu tempo e também tocou para nenhuma audiência lá em 1971, em um anfiteatro na Pompéia.

Comentários