Filarmônica de Pasárgada faz show baseado em 'Algorritmos'

Terceiro álbum do coletivo paulistano Filarmônica de Pasárgada e um dos melhores lançamentos musicais de 2016, “Algorritmos” é um mergulho no universo da internet, explorando as coisas boas e ruins da relação do ser humano com a tecnologia. E são as canções desse álbum que predominam no repertório do show que o grupo realiza no Sesc Catanduva na noite desta quinta, 10.

Em “Algorritmos”, cada uma das músicas se baseia em um algoritmo ou processo computacional. As canções imitam os formatos interativos encontrados na web: o chat, as redes sociais, o post e comentários, os sites de busca, o software colaborativo wiki, o vírus de computador, o algoritmo randômico, o hipertexto da rede www, entre outros.

A Filarmônica de Pasárgada foi formada em 2008 por alunos repetentes do curso de música da Universidade de São Paulo (USP). São eles: André Telles, Fernando Henna, Ivan Ferreira, Leandro Lui, Marcelo Segreto, Migue Antar, Paula Mirhan e Renata Garcia. Além de “Algorritmos”, já lançou os álbum “Rádio Lixão” (2014) e “O Hábito da Força” (2012).

Para continuar lendo esta matéria, faça seu login de assinante:

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diario da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Leia também  'The Voice Brasil': Veja o vídeo exclusivo da música que garantiu Zack nas 'Audições às Cegas'