Muse antecipou a onda de caos e melancolia retrô para os millennials

É uma música melancólica. Trata de ficção científica e algoritmos. É o caos de uma Gotham City do Coringa misturado à revolta juvenil de Billie Eilish. Mas nem sempre foi assim. Quando surgiu, no fim dos anos 1990, o Muse era uma banda derivativa de Radiohead e Jeff Buckley. Na virada desta década, o trio se aproximou de temas como Vampiros, anos 80, hackers, lixo virtual.

Antes do show começar, a trilha de “Stanger Things” nas caixas de som. Se a nova geração não tem um gênero musical favorito, o Muse parece querer misturar tudo em sua música pra não deixar ninguém de fora.

O show já há muito tempo é produzido para agradar os millennials, a geração Z. Em paralelo, dá pra pensar no Kings of Leon, que fez o mesmo movimento ao sair do meio independente para as capas de revistas como a finada Capricho.

O caos mental é reverberado desde a primeira música, “Algorithm” que emenda em “Preassure”. Dançarinas com trompetes se vestem como robôs e o vocalista Matt Bellamy – com mais pinta de jogador da Premier League aposentado do que de rockstar – vem fantasiado de androide, no melhor estilo Daft Punk retrô.

O Ginásio do Ibirapuera, substituto do Allianz Parque, criou uma atmosfera bem mais intimista pra um show produzido para grandes estádios. Passarela, luzes, telão grande. Para os fãs histéricos da banda, que eram facilmente identificado pela camiseta com o logo da banda – e eram muitos -, um prêmio.

Um grande diferencial do Muse é como a guitarra de Bellamy é protagonista nas composições do grupo. Há até solos, que hoje poderiam ser considerados anacrônicos, como em “Plug in Baby” e “Madness”. “Uprising”, música de uma década atrás, é a primeira que leva o ginásio todo a cantar.

“Hysteria”, “Supermassive Black Hole”, “Time is Running Out” e “Starlight” esquentam os corações de quem esteve no Ibirapuera. “Propaganda” traz ao palco mais uma vez as dançarinas que enchem o local de fumaça. A formação que preenche o cenário futurista é utilizada outras vezes durante as quase duas horas de show.

É uma apresentação com tudo o de melhor do rock de arena: confetes, serpentinas, músicas para cantar junto, o monstrão do Alien no fundo do palco pra matar de inveja o Iron Maiden. E tudo isso num lugar “pocket”. Sorte de quem foi.

Perdidos num limbo entre o estouro do britpop e a quase extinção das bandas de rock, os ingleses do Kaiser Chiefs fizeram o show de abertura do dia. Com sucessos como “Everyday I Love You Less and Less”, “Ruby”, “I Predict a Root” e “Oh My God”, o grupo distribuiu um rock pop dançante que às vezes lembra Pulp, às vezes The Jam. É uma banda certa que nasceu na hora errada.

Confesso que em meio a tanto lançamento nessas últimas semanas eu acabei deixando para escutar o disco da AB6IX que saiu na última segunda-feira (8) só agora, e estou positivamente surpresa. O disco tem 11 músicas, pouco menos de 40 minutos e conta com a participação de Daehwi, Youngmin e Woojin na criação das letras de praticamente todas as músicas. Todos eles participaram da segunda edição do Produce 101, um dos reality shows de maior sucesso da Coréia que já formou famosos grupos como I.O.I (Chung Ha e Somi saíram dali), IZ*ONE, mais recentemente a X1 e a própria Wanna One, grupo que tanto Woojin e Daehwi fizeram parte (Yougmin e Donghyun, os outros 2 membros da AB6IX, fizeram parte do programa mas acabaram não ficando na formação final do grupo). A Wanna One foi um sucesso enorme na Coréia, só vendendo menos que BTS, e enquanto Daehwi e Woojin se apresentaram em programas populares, premiações de fim de ano e fizeram turnê e representaram o grupo por 2 anos (é o tempo de contrato do show), os outros dois entraram em outro grupo chamado MXM que debutou em 2017 com a presença de Woong (o membro que faltava mencionar aqui). Ou seja, AB6IX é uma combinação de ex-Produce 101 e derivados (Woong).

Leia também  Som a pino: 'Um sujeito de sorte...'

Hoje, dia 9 de outubro, é uma data muito especial para quem ama os Beatles. Há 79 anos, nascia uma das grandes lendas da banda e do mundo da música, John Lennon. E por coincidência, é também aniversário do filho do cantor, Sean Ono Lennon.

Gilberto Gil realizará um dueto inédito na TV no próximo sábado (12), Dia das Crianças. O cantor se apresentará no programa SóTocaTop, da Globo, ao lado da neta, Flor, de 11 anos. Com o avô, a filha de Bela Gil cantará Vamos Fugir e Sítio do Picapau Amarelo.

Fernando Zor, da dupla sertaneja com Sorocaba, está internado desde a noite de ontem no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, com pneumonia. A informação foi confirmada pela assessoria do cantor.

Em entrevista à edição de novembro da revista Vogue, Rihanna deu informações concretas a respeito de seu próximo álbum – que, segundo ela, terá forte influência do reggae.

Ozzy Osbourne anunciou hoje que vai adiar novamente as datas europeias de sua turnê, que já haviam sido remarcadas em abril após um acidente doméstico. Por enquanto, o rockeiro deixou intactas as datas de 2020 na América do Norte.

Chico Buarque ironizou no Instagram uma declaração do presidente Jair Bolsonaro sobre o Prêmio Camões. O cantor, compositor e escritor foi selecionado para receber a premiação, considerada a mais importante da literatura em língua portuguesa, pelos governos do Brasil e de Portugal.

Se existe um grupo de kpop que não tem medo de experimentar sons esse grupo é Stray Kids. Eu já havia comentando anteriormente na review de Clé 2: Yellow wood (leia aqui) sobre como Side Effects, lead single do disco, era um ponto fora da curva, não somente por ser um edm distinto mas principalmente por não ter, musicalmente, as mesmas estruturas que estamos acostumados dentro do kpop. A música te leva para direções inesperadas, e esse é o tom de toda essa fase Clé que o grupo se encontra. Miroh, primeira parte dessa saga é sem dúvidas o mais mainstream de todos os singles, mas ainda assim tem uma produção diferente, porém longe de ser o quase industrial que Side Effects é. E foi ali que as minhas expectativas para caminhos ainda mais estranhos e experimentais aumentaram.

O grupo de k-pop Kard foi confirmado como atração do Encontro de amanhã, e a presença dos sul-coreanos no programa da TV Globo deixou os fãs em polvorosa no Twitter.

Eduardo Costa revelou a Danilo Gentili ter largado um vício de sua vida pessoal. No The Noite que irá ao ar hoje, o sertanejo afirmou ter largado a academia em 2019 e decidiu que não quer ser “escravo” dos treinos exaustivos para ficar fortão.

Anitta reagiu a um post no Instagram de uma garota que imitou o seu look do Rock in Rio usando muita criatividade. O perfil @diadaanalu traz a pequena recriando vários visuais de famosas usando materiais domésticos.

Shawn Mendes quebrou um recorde esta semana, quando Señorita, seu dueto com Camila Cabello, alcançou o topo da parada Adult Pop Songs, da Billboard, nos EUA. O canadense é agora o artista solo masculino que mais colocou canções na primeira posição desta parada.

Drake rebateu declarações de seu próprio pai, Dennis Graham, que disse em entrevista à rádio Power 106 FM que o rapper mentia em suas letras sobre a relação dos dois.

Já faz tempo que os indies invadiram o Carnaval de rua das grandes cidades com muito glitter, plumas e paetês. Agora é a vez de o Carnaval tradicional invadir o reduto indie. Uma das atrações do Popload Festival, que acontece no feriado de 15 de novembro, em São Paulo, o bloco baiano Ilê Aiyê abre os trabalhos com um cortejo que vai acompanhar a apresentação da conterrânea Luedji Luna.

Leia também  Esse cara tocou “air drums” com música do Rush e a banda aprovou

Anitta é a maior estrela pop do Brasil e é normal que muita gente queira trabalhar com ela. Mas nem sempre o resultado acaba bem. Da mesma forma que emplaca hits, a cantora também coleciona desafetos. A última a entrar na lista é Ludmilla, que segundo o blog do Leo Dias rompeu com Anitta após uma desavença sobre Onda Diferente.

Hoje passei o dia escutando ATEEZ e depois de revisitar a discografia que o grupo lançou nesse último ano resolvi criar uma playlist misturando as músicas que mais gosto de cada tesouro recebido. Sim, a playlist tem praticamente todo All to Action pois é um disco muito acima da média. Senti quase obrigação moral de abrir com Treasure, não apenas por ditar o tom de toda Era estabelecida, mas por ser uma das minhas músicas preferidas do grupo. Outro b-side que eu gosto muito – até mais que as extremamente populares Say My Name e Hala Hala – é Desire, presente no segundo EP deles. No terceiro o meu destaque fica com a ótima Aurora e mesmo derrotada eu sou Team Illusion. Wonderland se junta a Treasure como minha title track preferida, mas a verdade é que ATEEZ não possui nenhum single principal ruim, tudo que eles lançaram até agora além de bom faz todo sentido com os conceitos e narrativa apresentada pelo grupo.

O Conselho de Administração da Ópera de Los Angeles (LA Opera) anulou o cargo de diretor-geral que era ocupado pelo tenor espanhol Plácido Domingo, que renunciou após as diversas acusações de abuso sexual que recebeu.

A mãe do rapper Lil Peep, que morreu de overdose em novembro de 2017 poucos dias depois de completar 21 anos de idade, entrou com uma ação na Justiça contra os antigos empresários do músico.

Anitta vai se apresentar no Museu de Arte de São Paulo (MASP) no dia 6 de novembro. A cantora será a atração principal de uma festa beneficente organizada anualmente por conselheiros e patronesses da instituição.

Pouco menos de um ano depois do seu debut, que ocorreu no fim de outubro de 2018, a ATEEZ fechou a Era Treasure da melhor forma possível: com um excelente disco completo, o Treasure Ep. Fin: All to Action. O álbum é o desfecho da série de “tesouros” que o grupo entregou ao longo desse primeiro ano de carreira. Tudo começou em outubro de 2018 com o mini álbum Treasure Ep. 1: All To Zero com a ótima Pirate King e a minha favorita Treasure – que possui um valor ainda maior depois do lançamento de hoje -; deu um grande passo com Treasure Ep. 2.: Zero To One, onde Say My Name e Hala Hala mostraram outra faceta do grupo e por fim, o último lançamento antes do álbum completo, com Treasure Ep. 3: One to All, Wave sendo provavelemente o maior sucesso do grupo até então na Coréia e Ilusion complementando muito bem o ciclo de singles duplos lançados a cada novo comeback.

O seriado “Os Simpsons” recriou um trecho do show do Queen no festival Live Aid, que ocorreu em julho de 1985, no Estádio de Wembley, em Londres, para arrecadar dinheiro para combater a fome na Etiópia. No episódio que foi ao ar ontem, nos Estados Unidos, o personagem Homer atuou como Freddie Mercury – isso inclui o bigode característico do cantor e a regata branca.

A diva do pop Madonna adiou um show de sua nova turnê que faria em Nova York por causa de uma lesão no joelho, de acordo com informações do site da revista Billboard. A cantora usou sua conta no Instagram ontem para informar aos fãs que e ficaria em descanso por três dias.

Leia também  Como controlar música no Chrome sem precisar mudar de aba

A cantora Mariah Carey está preparando seu livro de memórias, e promete que vai trazer muitas revelações de seu passado em suas páginas. A norte-americana é capa da revista Variety, como a estrela principal de uma edição dedicada ao “poder da mulher”.

O grupo de k-pop ATEEZ incendiou o Twitter hoje com o lançamento de seu novo videoclipe, Wonderland. A superprodução foi disponibilizada no Twitter e rapidamente se tornou assunto mais comentado na rede social.

A turnê Nossa História, em comemoração aos 30 anos de carreira da dupla Sandy e Junior, entra em sua reta decisiva com dois shows no final de semana em São Paulo. E a dupla, que voltou a cantar junta após 12 anos, já se prepara para se separar novamente.

Pink, Iron Maiden, Foo Fighters, Jessie J, Anitta, Slayer, Drake, Bon Jovi? grandes nomes de todos os estilos arrastaram o público para lotar os sete dias do Rock in Rio 2019. Mas vários coadjuvantes dentro e fora dos palcos, de forma voluntária ou não, roubaram a cena e dividiram os holofotes com as atrações principais.

Um áudio espalhado pelo whatsapp diz que haverá um arrastão no show desta noite da cantora Marília Mendonça, gratuito, no centro de Belo Horizonte. Na mensagem, o suposto ladrão diz não querer Iphone porque prefere Moto G e Samsung, mais fáceis de vender, segundo ele. A Polícia Militar afirma estar ciente do caso e preparada caso a ameaça se concretize.

Os rumores a respeito de um namoro entre Shawn Mendes e Camila Cabello, surgidos na época do lançamento de Señorita em junho, acabaram posteriormente confirmados. Aos poucos, o relacionamento vai ganhando o público, graças a detalhes que os dois têm divulgado.

O Rock in Rio publicou no Twitter uma foto de Flea, um dos músicos presentes na oitava edição do festival, encerrada ontem, mas na tentativa de elogiar o baixista do Red Hot Chili Peppers errou o instrumento e virou piada entre fãs da banda.

O Spotify, serviço de streaming de música, lança no Brasil o Spotify Premium Duo, criado para duplas ou casais que residem no mesmo endereço, após testar em outros 14 países da América Latina, em agosto.

A imagem de Clebson Teixeira, marido de Lulu Santos, chorando durante a apresentação do cantor ontem no Palco Sunset do Rock in Rio chamou a atenção do público. O analista de sistema contou ao UOL o motivo de tanta emoção ao ver o show no meio da galera.

O DJ e produtor musical sueco Avicii, morto em 2018, é a nova estátua de cera do museu Madame Tussauds em Nova York, nos Estados Unidos. A estátua estará disponível para visitação –e muitas fotos– a partir de amanhã. A réplica em tamanho real de Avicii está ambientada atrás de uma mesa de som. Sua mão direita está levantada fazendo um gesto típico do DJ em suas apresentações. Leia Mais em UOL Etretenimento

O DJ e produtor musical sueco Avicii, morto em 2018, é a nova estátua de cera do museu Madame Tussauds em Nova York, nos Estados Unidos. A estátua estará disponível para visitação –e muitas fotos– a partir de amanhã.

Rihanna acaba de anunciar um novo lançamento e não, não é um álbum. Depois de linha de maquiagem, roupa, lingerie, a cantora está para ingressar no mundo da arte. Simplesmente não existe nada que RiRi não possa fazer.

Esse é o momento para a Beliebers de plantão. Em uma live, no Instagram, o Justin Bieber anunciou que muito em breve teremos uma nova música e um álbum, ainda esse ano. Lembrando que faltam só três meses para acabar 2019, será que o cantor se recorda desse fato? Mas se ele avisou, só resta os fãs esperaram.