Estudiosos analisaram 1.057 jovens da Academy for Gifted and Talented Youth (Academia Nacional Para Jovens Especialmente Dotados e Talentosos), em que 120 mil estudantes estão entre os 5% que possuem melhor desempenho entre os jovens ingleses com as faixas etárias de 11 a 19 anos.

A pesquisa também constatou que a devoção pelo gênero musical está longe de ser um ato de rebeldia e pouca hablidade acadêmica, já que os adolescentes que gostam são brilhantes e ouvem a música para lidar com o estresse. 

O psicólogo da Universidade de Warwick, Stuart Cadwallader, explica: “Há um senso comum de que estudantes talentosos gostam de música clássica e gastam muito de seu tempo lendo. É um estereótipo não muito preciso. Há estudos que ligam o Heavy Metal a fraca performance acadêmica e delinquência, mas encontramos um grupo que contradiz isso. É um grupo com auto-estima abaixo da média que não se sente incluido [na sociedade]. Eles sofrem de estresse e se voltam ao Heavy Metal como uma forma de aliviar esse sintoma.”

Os dados foram exibidos na conferência da British Psychological Society e confirmou que quando os jovens foram questionados sobre o seu tipo favorito de música, 39% indicaram Rock, 18% R&B e 14% pop. 6% indicaram o Heavy Metal. 

close

🤞 Não perca nada!

Assine nossa newsletter e receba novidades e ofertas exclusivas!

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

Conheça o Desafio 19 dias!