Santos provoca Palmeiras no Twitter com música e drible de Tailson

O Santos usou o Twitter para provocar o Palmeiras após a vitória por 2 a 0 ontem, na Vila Belmiro. Em duas postagens, o time santista tirou onda com o rival pelas primeiras colocações do Campeonato Brasileiro.

Primeiro, o perfil do clube postou um clipe com o refrão da música “Smooth Operator”, de Sade, tocando repetidas vezes e sob a legenda de “Entendedores entenderão”. O trecho é usado por rivais que encaixam a frase “C… Palmeiras” em provocação ao time alviverde.

Com a vitória, o Santos chegou aos 47 pontos, o mesmo número do Palmeiras no Campeonato Brasileiro. Porém, o time santista leva vantagem no número de triunfos e é o vice-líder da competição.

O Santos vinha de uma vitória por 2 a 0 um tanto protocolar na Vila Belmiro sobre o CSA. Mas fundamental para encerrar a série de quatro partidas sem triunfos desde o 1 a 0 sobre a Chapecoense na 17ª rodada. As críticas ao desempenho, porém, seguiam fortes.

Depois de quase um ano inativa, a seleção feminina sub-17 finalmente voltará a treinar visando competições futuras. Sob o comando da recém contratada Simone Jatobá, 14 nomes da lista de convocadas são de atletas do estado de São Paulo e mais da metade do grupo pertence apenas a dois times: São Paulo e Santos.

O zagueiro Gustavo Henrique exaltou a Vila Belmiro após a vitória por 2 a 0 do Santos sobre o Palmeiras no local, ontem, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Santos bateu o Palmeiras por 2 a 0 dentro da Vila Belmiro na noite de ontem, mas o placar ficou até barato pela atuação dos dois times em mais um clássico do Campeonato Brasileiro. O alvinegro dominou amplamente as ações do jogo e poderia tranquilamente ter devolvido a goleada de 4 a 0 sofrida no primeiro turno e derrubou o rival para assumir a vice-liderança.

O Santos venceu e convenceu no clássico da noite de ontem contra o Palmeiras, na Vila Belmiro, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Peixe fez 2 a 0 no rival ainda no primeiro tempo e manteve a partida sob controle para tomar a vice-liderança da competição.

O Santos recebeu o Palmeiras hoje (9) e venceu por 2 a 0, com uma grande atuação, principalmente no primeiro tempo. Após o bom resultado do time alvinegro, mesmo desfalcado por jogadores convocados por suas seleções, Muricy Ramalho destacou o bom trabalho do técnico Sampaoli.

O Santos dominou as ações na Vila Belmiro. Foi superior o jogo todo para vencer o Palmeiras por 2 a 0 na noite de hoje e ultrapassar o rival na tabela, assumindo a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Gustavo Henrique, de cabeça, e Marinho, aproveitando rebote de Jailson, fizeram os gols do triunfo alvinegro. Willian ainda foi expulso no segundo tempo, que teve gritos de “olé” da torcida da casa.

Felipe Melo voltou a chamar a atenção por atitudes que não têm muito a ver com seu talento. Foi uma jornada de vários atritos do volante com a torcida do Santos hoje, na derrota do Palmeiras por 2 a 0 na Vila Belmiro. O volante ouviu provocações da torcida adversária, irritou-se, xingou alguns alvinegros na saída para o intervalo, fez gestos obscenos e, em campo, acabou levando cartão amarelo que o deixou suspenso no Campeonato Brasileiro. Como se não bastasse, ao final do jogo, ele ainda ironizou os santistas.

Santos e Palmeiras têm surpresas em suas escalações para o clássico de hoje, a partir das 21h30, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. O técnico Jorge Sampaoli optou pelo lateral Pará na equipe alvinegra, enquanto Mano Menezes preferiu Jailson a Fernando Prass no gol do Verdão.

Santos e Palmeiras se enfrentam na noite de hoje, às 21h30, na Vila Belmiro, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro, tentando manter escritas positivas em clássicos na temporada. Enquanto o Peixe venceu os três que fez em seu estádio, o Palmeiras está invicto atuando contra seus rivais quando visitante.

Leia também  Fundação Monsenhor Chaves abre edital para 9º Concurso de Músicas Carnavalescas

O Santos anunciou na manhã de hoje (9) o acerto com o PicPay, um aplicativo que é uma “carteira digital”, como patrocinador máster pontual para os jogos contra o Palmeiras e o Internacional. As partes mantêm negociação por um futuro acerto para o ano de 2020.

Dois treinadores de primeiro nível no futebol brasileiro e que já comandaram as seleções de seus respectivos países vão se enfrentar pela primeira vez na carreira, hoje, no clássico entre Santos e Palmeiras, a partir das 21h30, na Vila Belmiro. Jorge Sampaoli e Mano Menezes protagonizam um duelo inédito que, além de um confronto direto na parte de cima da tabela do Campeonato Brasileiro, também promete um encontro interessante de estilos dentro do campo.

Santos e Palmeiras se enfrentam na noite de hoje, às 21h30, na Vila Belmiro, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O torcedor que não comparecer ao estádio terá diversas opções para assistir ao duelo ao vivo e também pode acompanhar pelo Placar UOL.

O Santos sonha em rescindir o contrato de Bryan Ruiz até o fim deste ano. Segundo apurou a De Primeira, o clube espera economizar R$ 6 milhões em uma rescisão amigável. Este valor é a soma de todos os salários e mais encargos do costarriquenho até o fim de seu contrato, em dezembro de 2020.

O Santos enfrenta o Palmeiras na noite de hoje, às 21h30, na Vila Belmiro, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Jorge Sampaoli terá problemas para escalar a equipe principalmente por conta de convocações e da suspensão do meia Evandro, expulso contra o Vasco.

Um dia depois de Sylvinho ser demitido do Lyon, o jornal francês L’Equipe fez uma lista de possíveis substitutos para técnico do clube. Um dos nomes é o de Jorge Sampaoli, atualmente treinador do Santos.

O goleiro Everson acredita que a goleada sofrida por 4 a 0 para o Palmeiras no primeiro turno do Campeonato Brasileiro acabou por ser fundamental para a boa sequência do Santos que viria em seguida. O camisa 22 entende que o Peixe identificou seus erros durante a partida e corrigiu para subir de produção no torneio.

Santos e Palmeiras vão se reencontrar amanhã (9), na Vila Belmiro, quase cinco meses depois de uma das melhores atuações do Verdão no ano e uma das goleadas mais duras sofridas pelo time de Jorge Sampaoli. Mas muita coisa vai estar diferente em relação àquele 18 de maio, no Pacaembu, quando a equipe alviverde, em duelo direto pela liderança do Campeonato Brasileiro, atropelou por 4 a 0.

Com muitos desfalques, o técnico Jorge Sampaoli tem problemas para montar o banco de reservas do Santos no clássico contra o Palmeiras, nesta quarta-feira, às 21h30, na Vila Belmiro, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o meio-campo como setor mais fragilizado, o jovem Lucas Lourenço deve ganhar espaço e ser relacionado para a partida.

Dizem que o bom filho à casa torna, mas, neste caso, o mesmo é verdadeiro para o mau filho. Lucas Lima até demorou, mas voltará pela primeira vez à Vila Belmiro amanhã (9) para enfrentar o clássico contra o Santos, às 21h30. O meia que deixou o Peixe de forma conturbada no final de 2017 tenta reencontrar as raízes que deixou na Baixada Santista para ressurgir “à moda antiga” no Palmeiras.

Nunca entre os favoritos para a conquista do Campeonato Brasileiro, o Santos surpreendeu boa parte da crítica com o desempenho no primeiro turno do torneio. O Peixe do técnico Jorge Sampaoli chegou até a última rodada da primeira metade do campeonato com chance de virar o turno na liderança, mas acabou derrotado pelo Flamengo no Maracanã.

Leia também  Tito Paris apresentou o álbum "Mim ê Bô" na Casa da Música

O Santos se reapresentou na manhã de hoje, no CT Rei Pelé, após vencer o Vasco por 1 a 0 anteontem, em São Januário, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. A novidade foi o meia Carlos Sánchez, que voltou a treinar com bola.

Tailson, novo Menino da Vila que estreou no último sábado na equipe profissional do Santos, esteve na mira do gigante Barcelona (ESP) antes de acertar sua renovação contratual e voltar ao Peixe. Na opinião do atacante, o interesse catalão ajudou o atleta.

Não são apenas os cinco pontos de diferença para o Flamengo na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro que preocupam o Palmeiras. O fraco desempenho do setor ofensivo no empate por 1 a 1 com o Atlético-MG ontem (6), no Allianz Parque, liga o sinal de alerta para o Alviverde. Com Luiz Adriano poupado por causa de fadiga muscular, Borja ganhou uma chance de ser titular, mas não convenceu. Deyverson entrou no decorrer do confronto e também não brilhou.

Após marcar o gol da vitória do Santos contra o Vasco, o atacante Tailson já começa a virar candidato a novo “raio” da Vila Belmiro, termo utilizado pelos santistas para dizer que o clube sempre revela grandes jogadores: casos de Pelé, Robinho, Neymar, Gabigol, Rodrygo, entre outros.

A vitória por 1 a 0 diante do Vasco, fora de casa, faz com que o Santos retome a confiança e continue almejando o título do Campeonato Brasileiro. No entanto, apesar do importante resultado obtido neste sábado (05), a equipe ainda não conseguiu lidar com o excesso de cartões amarelos e vermelhos, um dos principais obstáculos do time nesta edição do Campeonato Brasileiro.

O técnico Jorge Sampaoli classificou a vitória do Santos sobre o Vasco como difícil: “Estou feliz pela vitória porque garantimos três pontos, mas foi complicado segurar uma equipe forte como o Vasco com um homem a menos”, disse o argentino, em vídeo divulgado pela assessoria de imprensa do Peixe.

Neste sábado (05), Vasco e Santos se enfrentaram no Estádio São Januário, em jogo válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2019. Em uma partida pouco equilibrada com domínio carioca, o Peixe conseguiu garantir a vitória em apenas um lance e com um jogador a menos, depois da expulsão de Evandro. Apesar da posse de bola e vantagem em número de jogadores, o time da casa não conseguiu reverter o placar depois de sofrer um gol no início do segundo tempo.

A 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, a quarta do returno, começa na tarde de hoje (5) com dois jogos: São Paulo x Fortaleza, no Pacaembu, em mais um encontro de Rogério Ceni com seu ex-time, e Vasco x Santos, em São Januário, ambos às 17h (de Brasília). Outros três jogos completam a jornada deste sábado, entre eles Grêmio x Corinthians, em Porto Alegre, às 19h.

12 de maio de 2019. Dia das Mães. Em campo, um atropelamento. Com gols de Diego Pituca, Rodrygo e Soteldo, o Santos venceu o Vasco por 3 a 0, no Pacaembu, em tarde de lamentável linchamento público ao goleiro Sidão, que protagonizou falhas grosseiras. A catastrófica derrota carimbou a lanterna do Campeonato Brasileiro ao Cruzmaltino que, desorientado, ainda não imaginava que uma das soluções para se levantar do caos estava dentro de sua própria casa e seria a principal aposta no jogo de hoje (5), às 17h, em São Januário, no reencontro entre as equipes.

Leia também  Lei indonésia quer proibir “influências estrangeiras negativas” na música

O Santos enfrenta o Vasco na tarde de hoje, às 17h, em São Januário, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Jorge Sampaoli ganhou três problemas de última hora para o duelo contra os cariocas: Sánchez, Derlis González e Luiz Felipe, que sentiram problemas musculares durante treinamento.

O Santos das últimas nove rodadas não vem conseguindo ser o mesmo dos primeiros 13 jogos do Campeonato Brasileiro. Segundo o capitão Victor Ferraz, o problema não está na falta de vontade, mas sim em um aspecto tático que foi neutralizado pelos adversários.

Vasco e Santos se enfrentam hoje (5), às 17h, em São Januário, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida terá a transmissão exclusiva do Premiere, com narração de Gustavo Villani, comentários de Lédio Carmona e Ricardinho, Central do Apito com Paulo César de Oliveira e reportagens de Klaus Barbosa e Felipe Diniz. O Placar UOL acompanha o duelo em tempo real.

Na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético-MG na última quarta-feira (2), Vanderlei Luxemburgo optou por barrar Marcos Júnior e Rossi. Ironicamente, ao colocá-los no segundo tempo, cada um fez um gol e colocou uma “pulga atrás da orelha” do treinador para a partida de hoje (5), às 17h, contra o Santos, em São Januário, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O volante Diego Pituca não é muito de fazer gols. No entanto, o camisa 21 costuma dar sorte contra o Vasco, adversário de hoje, às 17h, em São Januário. Dois dos quatro gols de Pituca com a camisa do Santos foram contra a equipe carioca e, agora, o volante reencontra o cruz-maltino durante o que talvez seja sua pior fase desde que subiu ao profissional do Peixe.

De um lado, Flamengo e Palmeiras se destacam por campanhas consistentes no Brasileirão. Do outro, times que lutam contra o rebaixamento buscam a reabilitação imediata.

O técnico Jorge Sampaoli ganhou mais três problemas para a partida entre Santos e Vasco, amanhã, às 17h, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além de Lucas Veríssimo, suspenso, Carlos Sánchez, Derlis González e Luiz Felipe sentiram lesões durante o treino e não viajaram para o Rio de Janeiro.

O capitão Victor Ferraz acredita que as críticas que o time do Santos vem recebendo são justas. O time alvinegro chegou a liderar o Campeonato Brasileiro, mas venceu apenas duas das últimas nove partidas e caiu para a terceira colocação.

O lateral-direito Victor Ferraz está “fechado com Sampaoli”. A campanha foi criada pelos torcedores nas redes sociais e é resgatada em momentos ruins do Santos no ano. Após vencer dois dos últimos nove jogos, a ‘hashtag’ voltou a aparecer quando surgiram boatos de que o elenco tentava derrubar o treinador argentino.

A Unicesumar, instituição de ensino superior, continuará a expor sua marca nos shorts do uniforme profissional do Santos até final de 2020. O anúncio foi feito pelo clube alvinegro na manhã de hoje (4) e a renovação foi comemorado pelo presidente José Carlos Peres.

O Santos lutará contra um jejum ao enfrentar o Vasco, amanhã, às 17h (de Brasília), em São Januário, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Peixe ainda não venceu a equipe carioca no local nesta década.

O calendário do futebol brasileiro foi apresentado na tarde de ontem (3), mas já causa um impasse entre a Confederação Brasileira de Futebol e as suas duas filiadas mais importantes e poderosas: a Federação Paulista de Futebol (FPF) e a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj).