Quantos milhões estão nesta imagem? Bugatti entrega o último Chiron Super Sport 300+

Quantos milhões estão nesta imagem? Bugatti entrega o último Chiron Super Sport 300+

Esta série especial do Chiron, limitada a somente 30 unidades, nasceu como uma homenagem ao recorde obtido por um protótipo de pré-produção do modelo, quando se tornou no primeiro automóvel de estrada a ultrapassar a barreira das 300 mph — atingiu exatamente as 304,773 mph ou 490,484 km/h.

As semelhanças com o protótipo de pré-produção que alcançou o recorde continuam na carroçaria alongada, para um melhor rendimento aerodinâmico, e até no esquema de cores com riscas laranjas (jet orange) que homenageia o Veyron Super Sport WR de 2010, que chegou a ser o automóvel mais rápido do planeta.

Contudo, há algumas diferenças entre as 30 unidades de produção e o protótipo. Para começar, estas «perderam» a roll cage e receberam um lugar destinado ao passageiro. Além disso, apresentam-se também com uma maior distância ao solo.

Isto porque o feito foi conseguido apenas numa direção e para ser considerado um recorde oficial, tem de o fazer nos dois sentidos, com a média das duas passagens a ser considerada o valor oficial. Por isso, o título de automóvel mais rápido do mundo ainda é o SSC Tuatara, com uma velocidade de 455,3 km/h.

Confira a publicação original

Facebook Comments