A garotada do Flamengo teve sua primeira derrota na temporada. O 1 a 0 diante do Fluminense, domingo, no Maracanã, foi bem parecido com a derrota do time principal por 2 a 1, no Brasileiro, em janeiro. Domínio dentro de campo, posse de bola e mais finalizações… mas pontaria falha. O castigo veio de novo.

+ Mauricio cita 24 finalizações em derrota para o Fluminense: “Faltou um pouco mais de capricho”

O Flamengo encurralou o Fluminense, principalmente no primeiro tempo. Mesmo já com alguns reforços do time principal, o tricolor se fechou e passou dificuldades. Mas faltou acertar a pontaria. Em uma das melhores chances, Muniz passou perto de marcar de cabeça.

1 de 1 Michael tenta jogada no Fla-Flu — Foto: Marcelo Cortes/Flamengo

Michael tenta jogada no Fla-Flu — Foto: Marcelo Cortes/Flamengo

A garotada comandada por Mauricio Souza teve mais posse e finalizou mais, mas em um vacilo em saída de bola, Igor Julião acertou um chute certeiro de longe.

– Acho que poderíamos ter feito gol no primeiro tempo, mas o nível de concentração tem que estar alto o tempo todo. Acabaram acertando belo chute e saíram com a vitória. Os números retratam o jogo que a gente fez, mas o volume tem que ser traduzido em gol, que é o que define a partida – disse o técnico.

Melhores momentos: Flamengo 0 x 1 Fluminense, pela 3ª rodada do Campeonato Carioca

Os principais destaques do Flamengo foram no setor defensivo, como Noga e Matheuzinho. Hugo Moura fez bem o papel de volante e comandou o meio de campo. Mostrou que pode ser uma boa opção para Rogério Ceni em uma função que tem poucas opções no elenco.

Michael não aproveita nova oportunidade

O setor ofensivo deixou a desejar, especialmente Michael. Embora tenha uma grande disposição de acertar, ele fez escolhas erradas durante a partida e, ansioso, errou quase tudo que tentou. Não conseguiu mais uma vez aproveitar a chance.

Leia também  Outono traz temperaturas mais amenas para a região central do Brasil

Até pelo alto investimento feito em sua compra, há um desejo grande de dar ao máximo a Michael oportunidades de recuperar o nível de atuações de 2019, ano que foi eleito a revelação do Brasileiro.

Michael, no entanto, precisa se ajudar. O lance em que, afobado, foi finalizar e acertou a bola com a canela, foi o retrato de sua participação.

– O Michael quer muito recuperar sua melhor forma, tem se dedicado demais nos treinamentos, muito alto-astral. Ele sabe que não vive a melhor fase dele. Temos um plano de aumentar a minutagem dele para readquirir a confiança. Ele não veio para o Flamengo à toa – garantiu Mauricio.

Na próxima rodada, sexta-feira, contra o Resende, a tendência é de que a base do time que perdeu o Fla-Flu seja repetida, mas com a chance de o zagueiro Bruno Viana ser aproveitado.

Comentários