Eliminado em casa nos pênaltis para o Norwich nas oitavas de final da Copa da Inglaterra, o Tottenham conviveu com a ira dos fãs após a queda. E um jogador sofreu mais. Depois do empate por 1 a 1 no tempo normal, os Spurs caíram nas penalidades, e o volante Eric Dier pulou várias fileiras de cadeiras nas arquibancadas do estádio para discutir com um torcedor.

O momento foi registrado por várias pessoas que estavam no local, e os vídeos circulam pelas redes sociais. Em um deles, Dier aparece tentando dar um soco em um torcedor. Em outro, o jogador, de 26 anos, é contido pelos funcionários do estádio do Tottenham e afastado do local.

Os relatos iniciais de perfis dedicados ao Tottenham nas redes sociais indicavam que Dier havia reagido a insultos racistas dirigidos ao português Gedson Fernandes, que errou a última cobrança de pênalti do clube.

“Essa pessoa insultou Eric, sua família (de Dier) estava lá, seu irmão mais novo não estava feliz com a situação, e então Eric reagiu. Eu repito: ele fez o que profissionais não podem fazer. Mas é algo que provavelmente eu também faria”, declarou Mourinho.

Questionado se o jogador relatou algum insulto racista direcionado a Gedson Fernandes, o treinador português negou. Mourinho afirmou que acredita que a confusão tenha sido motivada apenas pela discussão com o irmão de Dier.

Lanterna do Campeonato Inglês, o Norwich avançou e enfrentará Derby County ou Manchester United nas quartas de final da Copa da Inglaterra. As duas equipes se enfrentam nesta quinta-feira. Os duelos da próxima fase do torneio serão disputados entre os dias 20 e 22 de março.

Comentários