O Ministério da Cidadania divulgou nesta segunda-feira (3/8), o calendário do pagamento do Auxílio Emergencial para quem contestou e foi considerado elegível para receber o pagamento de R$ 600,00.

Além desse contingente, entram no lote as pessoas que receberam a primeira parcela em abril e tiveram a concessão do benefício reavaliada após atualizações de dados governamentais.

Cerca de 1,15 milhão de pessoas serão beneficiadas. O calendário é destinado aos candidatos que realizaram a contestação entre os dias 24 de abril e 19 de julho, tenham recebido a 1ª parcela em abril e tiveram o pagamento reavaliado em julho de 2020.

O pagamento começa na quarta-feira, 5 de agosto, e termina em 17 de setembro, de acordo com a data de nascimento do trabalhador. Veja os detalhes na imagem abaixo:

Os pagamentos das parcelas seguintes para esse grupo de 1,15 milhão de beneficiados seguirão o calendário divulgado anteriormente pelo Ministério da Cidadania na Portaria 442 de 16 de julho de 2020.

De acordo com esse cronograma, as parcelas do Auxílio Emergencial serão pagas entre 28 de agosto, para quem nasceu em janeiro, e 30 de setembro, para quem faz aniversário em dezembro.

A crise da pandemia tem se estendido além do que era esperado por autoridades do governo e saúde pública. Com isso, uma nova prorrogação do pagamento do auxílio emergencial está sendo estudada.

A equipe econômica do governo federal cogita a possibilidade de estender o pagamento da parcela até dezembro de 2020, no entanto, assim como nas demais prorrogações, o valor ainda é um impasse.

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, defende a redução do valor da parcela para R$ 200,00 o que dependerá do aval do Congresso Nacional, que sempre defendeu o pagamento do valor de R$ 600.

De acordo com Guedes, o valor de R$ 200 se aproxima do que já é pago no Bolsa Família, pago a famílias de baixa renda e poderia ser pago por mais tempo com menores prejuízos econômicos.

O auxílio emergencial já demanda R$ 254,2 bilhões e representa a medida mais cara do pacote anticrise. O programa foi criado para durar apenas três meses, com valores concedidos em abril, maio e junho.

Diversas oportunidades de trabalho estão abertas para candidatos de níveis fundamental, médio e superior. A vagas se dividem entre diversos estados e carreiras. Veja alguns que já tiveram o edital publicado:

Jornalista especializada em Narrativa Transmídia e Storytelling pela Universidade Católica de Brasília. Possui experiência nas áreas de assessoria de imprensa, redação, SEO, UX Writing e marketing digital.

O concurso PC PA (Polícia Civil do Pará) está se tornando uma verdadeira novela. Na primeira quinzena de julho, foram divulgadas as bancas aprovadas e habilidades…

O edital do novo concurso Polícia Federal com 2 mil vagas, anunciado pelo Ministro da Justiça, André Mendonça, foi comemorado não só pelos concurseiros. O vice-presidente…

A primeira segunda-feira (3/8) de agosto traz três editais de concursos públicos disponíveis para quem deseja entrar no serviço público. Hoje, dois estados se destacam: Rio…

Comentários