As cenas lamentáveis durante o clássico entre Guarani x Ponte Preta, disputado na noite dessa segunda-feira (16/03), reforçaram uma triste coincidência nas partidas que antecederam as suspensões de campeonato por causa da epidemia de coronavírus.

O duelo em Campinas foi o último antes da paralisação do Campeonato Paulista a fim de conter a propagação do Covid-19 e teve briga dentro e fora do gramado. Episódio semelhante aos vistos no Gre-Nal da Libertadores e de Vasco x Goiás, válido pela Copa do Brasil.

Inconformados com a decisão da Federação Paulista de fechar os portões, torcedores do Guarani tentaram invadir o estádio Brinco de Ouro durante o intervalo, quando o clube perdia por 2 x 0. A polícia precisou ser acionada e conseguiu dispersar a confusão após cerca de 30 minutos. Dentro de campo, após o apito final, o atacante Roger se desentendeu com o goleiro Jefferson Paulino e houve tumulto.

Os ânimos exaltadas antes da paralisação também puderam ser vistos em Grêmio x Internacional, na última quinta-feira (12/03), pela Copa Libertadores. Nos minutos finais do 2º tempo, jogadores de ambas as equipes se desentenderam e iniciaram briga campal. Houve troca de socos, empurrões e muito xingamentos. Depois de controlar os nervos, o árbitro da partida expulsou oito jogadores (quatro de cada lado).

Sob muita pressão pelos maus resultados e em grave crise financeira, o Vasco recebeu o Goiás também na última quinta. A derrota por 1 x 0 já apontava no placar, quando iniciou-se uma confusão generalizada na arquibancada de São Januário. Com casa cheia, torcedores brigaram entre si e houve muita correria.

Atualmente, 11 campeonatos estaduais já suspenderam suas partidas. Outros 10 optaram por manter a agenda, mas com portões fechados. Seis seguem a programação normalmente. Competições organizadas pela CBF estão todas suspensas, assim como as Eliminatórias da Copa e a Copa Libertadores.

Comentários