O Corinthians termina 2020 em ascensão. Depois de um começo de ano conturbado com Tiago Nunes e Coelho, o clube está em boa fase com Vagner Mancini. Na tarde de hoje (27), o Alvinegro paulista venceu o Botafogo por 2 a 0, no Estádio Nilton Santos (RJ), e emplacou a terceira vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro. Cazares desencantou, fez o primeiro pelo Timão, e Mateus Vital fechou a conta na partida da 27ª rodada.

Com o resultado, o Corinthians começa a olhar para o G6 do Brasileirão, que dá vaga para a fase preliminar da Libertadores. O Timão tem 39 pontos, cinco a menos que o Palmeiras, em sexto com 44 (venceu hoje o RB Bragantino). O Botafogo segue em situação desesperadora. São 23 pontos na 19ª colocação. O Goiás supera o Glorioso no número de vitórias (5 a 4).

Os clubes alvinegros voltam a campo agora em 2021. O Botafogo recebe o Athletico Paranaense, novamente no Engenhão, em 6 de janeiro. O Corinthians jogaria na mesma data, mas, por causa de conflito com a semifinal da Copa Libertadores, o clássico contra o Palmeiras foi para o dia 18 (uma segunda-feira). Assim, o primeiro compromisso do Timão no ano será diante do Fluminense, dia 13, na Neo Química Arena.

Cazares e Mosquito comandam Corinthians

O primeiro tento de Cazares pelo Corinthians simboliza duas atuações de destaque no Engenhão neste domingo. O camisa 10 brigou, insistiu e abriu para Mosquito. O meia, aberto pela direita, cruzou na medida e gol. A dupla, neste lance e em outros, comandou as ações ofensivas da equipe paulista.

Improvisado, Victor Luis vai mal

Barroca tentou jogar com Victor Luis de ponta para proteger o lado esquerdo e partir em velocidade no contra-ataque. Mas o lateral, improvisado no duelo, não foi bem. Errou bastante nas tabelas com os companheiros de ataque e deixou a partida no intervalo. Kalou, aí sim um jogador de origem para a posição, entrou em seu lugar.

Leia também  Sampaio Corrêa empata com o Vitória e segue sem vencer na Copa do Nordeste

Cazares faz 1º gol pelo Corinthians

O equatoriano desencantou com a camisa corintiana neste domingo, e de uma forma improvável. O meia, de 1,71m de altura, insistiu em uma dividida, ganhou a bola e se lançou para a área. Mosquito retribuiu com um cruzamento preciso e, de cabeça, o camisa 10 fez o primeiro gol pelo clube paulista.

Jogada ensaiada já no pontapé inicial

É mais comum as equipes prepararem jogadas ensaiadas para cobranças de falta, escanteios. Mas hoje o Botafogo inovou e quase abriu o placar com menos de dez segundos. Já no pontapé inicial, os cariocas saíram com tudo em ação combinada: Caio Alexandre recebeu, rapidamente lançou, do círculo central, e Warley recebeu nas costas de Fábio Santos. Ele chutou cruzado, porém a bola saiu pela linha de fundo.

Gostou do que viu, Avelar?

Afastado depois de passar por cirurgia no joelho em outubro, Danilo Avelar segue atento aos passos dos companheiros no Brasileirão. Hoje, o lateral, utilizado de zagueiro na temporada, aprovou o primeiro tempo corintiano.

“Corinthians mais vertical e apostando na marcação em cima pra força (sic) o erro adversário, mereceu o gol por apostar nisso! Ótimo 1º Tempo”, escreveu o jogador nas redes sociais.

Corinthians mais vertical e apostando na marcação em cima pra força o erro adversário, mereceu o gol por apostar nisso! Otimo 1º Tempo

— Danilo Avelar (@DaniloAvelar) December 27, 2020

Corinthians aperta e controla

A aprovação de Danilo Avelar após os primeiros 45 minutos do Corinthians procede. A equipe de Vagner Mancini apertou a saída do time carioca e teve o controle do jogo. Superior em campo ao longo de toda a partida, ainda que não tivesse superioridade notória na posse de bola, o Timão ocupou o meio, apostou em lances rápidos com Fagner e Gustavo Mosquito pela direita e segurou os contra-ataques do Bota.

Leia também  'Batom de Cereja' e amizade com Caio, Israel fala de Rodolffo

Bota custa a levar perigo

Barroca inovou na escalação neste domingo, empurrando Victor Luis para a ponta esquerda. Só que o lateral, improvisado, não foi bem no ataque e pouco contribuiu nas ações defensivas naquela região, dominava por Fagner e Mosquito. Forster, desta forma, sofreu. Quando teve a bola, o Glorioso não conseguiu levar muito perigo, já que era bem lento. Pesou também as diversas tomadas de decisão erradas dos jogadores da frente.

Cronologia do jogo

Cazares abriu o placar para o Corinthians aos 33 minutos do primeiro tempo. O equatoriano ganhou uma dividida, abriu para Mosquito e se lançou para a área. Ele recebeu um cruzamento na medida e balançou as redes de Cavalieri. Nos acréscimos da etapa final, Vital aproveitou recuou mal feito, cortou para dentro, limpando a marcação de Marcelo Benevenuto, e finalizou rasteiro, no cantinho esquerdo do gol, para fechar a conta.

FICHA TÉCNICABOTAFOGO 0 X 2 CORINTHIANS

Data: 27 de dezembro de 2020, domingoLocal: Estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ)Horário: 16h (de Brasília)Árbitro: Héber Roberto LopesAssistentes: Alex dos Santos e Éder AlexandreVAR: Wagner RewayCartões amarelos: Éber Bessa (Botafogo); Ramiro (Corinthians)

GOLS: Cazares, aos 33 minutos do primeiro tempo, e Mateus Vital, aos 49 minutos do segundo tempo

BOTAFOGODiego Cavalieri; Kevin, Benevenuto, Kanu, Rafael Forster (Rhuan); Zé Welison (Lecaros), Caio Alexandre, Cícero (Éber Bessa), Victor Luis (Kalou), Warley (Matheus Babi); Pedro Raúl. Técnico: Eduardo Barroca.

CORINTHIANSWalter; Fagner, Jemerson, Gil, Fábio Santos; Gabriel, Ramiro (Xavier), Gustavo Mosquito (Léo Natel), Cazares (Marllon), Otero (Mateus Vital); Jô (Lucas Piton). Técnico: Vagner Mancini.

close

🤞 Não perca nada!

Assine nossa newsletter e receba novidades e ofertas exclusivas!

Leia também  Supla relembra namoro com Bárbara Paz e atriz comenta: "Jovens sonhadores" - Revista Marie Claire

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

Conheça o Desafio 19 dias!