Baixe agora: 20 receitas saudáveis para emagrecer e aumentar a sua imunidade!

O Corinthians segue em crise no Campeonato Paulista. Hoje (15), em uma vazia Arena, que teve os portões fechados como medida contra a pandemia do coronavírus, o Alvinegro empatou por 1 a 1 com o Ituano e segue fora da zona de classificação para as quartas de final. Os visitantes abriram o placar com Breno Lopes, e Luan fez para os donos da casa.

Com o resultado, o time da capital chegou a 11 pontos, na terceira colocação do Grupo D. Já o Ituano é o lanterna do C, com dez. O resultado fez o São Paulo garantir classificação para as quartas de final como líder da chave do clube de Itu.

O Corinthians tem um clássico previsto para a próxima rodada. A equipe do técnico Tiago Nunes enfrenta o Palmeiras no domingo (22), na Arena. O Ituano, por sua vez, encara a Ferroviária, na segunda-feira, dia 23. As partidas, porém, podem ser adiadas. Amanhã, na sede da Federação Paulista, os presidentes dos clubes se reúnem para decidir quais serão os próximos passos na competição.

A partida deveria ser com festa. Afinal, era o jogo de número 200 do Corinthians em sua casa. Inaugurado em maio de 2014, o estádio foi palco de 123 vitórias alvinegras, de 54 empates e de 23 derrotas dos donos da casa. Curiosamente, essa foi a primeira vez que o estádio teve portões fechados para o público.

Como voltou de Portugal após assinar sua transferência para o Benfica, o jogador não integrou a delegação do Corinthians. O departamento médico do clube alvinegro julgou mais prudente deixar o jogar de quarentena por causa da pandemia de coronavírus. Mas um trabalho específico será feito para ele não perder peso nos próximos dias.

“Estamos cumprindo a determinação dada pelo Ministério da Saúde nesta sexta-feira (13). O Pedrinho ficará em isolamento até quarta-feira (18). É uma questão de precaução e de cumprir os protocolos e orientações de vigilância epidemiológica”, disse o médico Ivan Grava.

O Corinthians entrou em campo para viver uma situação um tanto quanto inusitada. Pela primeira vez em 200 jogos, a Arena teve portões fechados para a torcida. Por causa da pandemia mundial do coronavírus, o público não pode acompanhar as partidas do Paulistão realizadas em estádios da capital. Ainda assim, os Alvinegros deram um jeito para contar com o apoio dos gritos da Fiel no duelo com o Ituano.

O Corinthians tinha mais posse de bola e dominava as ações, mas poucas vezes conseguia finalizar. Já o Ituano explorava os contragolpes. Em uma descida ao ataque, pela esquerda, a equipe do interior abriu o placar. Breno Lopes fez o cruzamento, mas a bola acabou indo na direção do gol. Cássio ainda tentou, sem sucesso, dar o soco para afastar.

Em vantagem, o Ituano recuou ainda mais, e o Corinthians criou diversas oportunidades. Boselli, por exemplo, ficou cara a cara com Edson, mas acertou o goleiro, e a bola ainda bateu no travessão antes de sair. Mas a pressão alvinegra surtiu efeito. Depois de falha adversária, Everaldo tocou para Luan, que mandou para o fundo das redes.

Ciente de que precisava do resultado, o Corinthians atacou ainda mais durante o segundo tempo. A equipe teve boas oportunidades, algumas desperdiçadas por Boselli. Tiago Nunes fez as três alterações para dar força ao sistema ofensivo, mas faltou capricho na finalização.

Data: 15 de março de 2020, domingo Competição: Campeonato Paulista (10ª rodada) Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP) Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza Auxiliares: Marco Antônio de Andrade e Herman Brumel Vani Cartões amarelos: Camacho (Corinthians); Pacheco e Léo Duarte (Ituano) Gols: Breno Lopes aos 14 minutos do 1º tempo; Luan aos 47 do 1º tempo

Comentários