Os últimos jogos do CSA na Série B representaram uma verdadeira arrancada da equipe azulina. Em cinco partidas, o Azulão venceu quatro, perdeu apenas uma. É o único time com esse retrospecto. Resultado: saltou da vice-lanterna para 12ª colocação na tabela do Brasileiro.

O CSA chegou à nona rodada da competição no 19º lugar, com apenas quatro pontos. Após a demissão do técnico Argel Fuchs, que passou apenas 18 dias no comando, o auxiliar-técnico do clube, Adriano Rodrigues, mandou o time a campo. E a mudança surtiu efeito: vitória em cima do Cruzeiro, por 3 a 1, no Rei Pelé.

Depois do compromisso contra a Raposa, um novo comandante técnico chegou ao clube. Mozart assumiu, mudou a configuração do time e o desempenho só melhorou. Jogadores como Paulo Sérgio, Pedro Júnior, Pedro Lucas, Nádson, Yago, Geovane passaram a se destacar e ajudaram o time na retomada.

Com o novo treinador, o CSA venceu Juventude (3 a 2), Vitória (1 a 0) e Figueirense (3 a 0); perdeu para o Sampaio Corrêa (1 a 0). Em quatro jogos sob o comando de Mozart, o Azulão marcou sete gols e sofreu três. O aproveitamento do técnico é de 75%.

O próximo compromisso do Azulão será sábado, às 18h30, contra o Paraná. Enquanto o CSA ocupa a 12ª colocação, com 16 pontos (e um jogo a menos), o Tricolor paranaense é o quinto colocado, com 23.

Comentários