A penúltima etapa da temporada 2019/2020 da Fórmula E, em Berlim (Alemanha), foi ruim para o trio brasileiro da categoria dos carros elétricos. Após largarem entre os 10 primeiros, Felipe Massa (13º) e Sérgio Sette Câmara (15º) terminaram fora da zona de pontuação, assim como Lucas Di Grassi. Este último colidiu duas vezes na corrida desta quarta-feira (12) e finalizou em 22º.

O resultado deixou Di Grassi com chances remotas de terminar o campeonato entre os três primeiros. Apesar de somar um ponto pela volta mais rápida da prova, o brasileiro mais bem colocado na temporada caiu para oitavo na classificação geral de pilotos, 14 pontos atrás do britânico Oliver Rowland, que assumiu a vice-liderança ao vencer a etapa desta quarta (o holandês Robin Frinjs, que chegou em segundo, e o alemão René Rast, que ficou em terceiro, completaram o pódio).

The penultimate race of the season saw drama from beginning to end! Here’s your 60 second highlights from Round 10 ⚡️ #BerlinEPrix #SeasonSixFinale #ABBFormulaE #Racing #Motorsports #Highlights

Também brigam pelo vice-campeonato o francês Jean-Eric Vergne, o neozelandês Mitch Evans, os alemães André Lotterer e Max Gunther e o suíço Sébastien Buemi. O título, com duas corridas de antecedência, foi assegurado por Antônio Félix da Costa. O português teve problemas e não terminou a corrida. Confira aqui a classificação da temporada, que tem Massa em 22º (três pontos) e Sette Câmara em 27º, zerado.

A Fórmula E tinha sido interrompida em março, após quatro corridas disputadas, devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). A saída encontrada pela categoria para terminar a temporada foi realizar uma maratona de provas em Berlim: seis em nove dias. A sexta e última etapa será nesta quinta-feira (13). Foi estabelecido um rígido protocolo aeroporto de Tempelhof, que recebe pilotos e funcionários, com limitação de pessoas, realização frequente de testes e portões fechados.

Você será direcionado para o “Fale com a Ouvidoria” da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Em um dos endereços, localizado na zona portuária, foram apreendidas 30 máquinas caça níqueis. Em outro local, na Cinelândia, foram apreendidas outras 24 máquinas.

“Resolvemos, então, com essa reunião, direcionar mais ainda nossas forças para o bem comum daquilo que todos nós defendemos”, disse o presidente Jair Bolsonaro.

Com a decisão, o retorno continua proibido até o julgamento de uma ação civil pública que está em tramitação na 6ª Vara do Trabalho de Brasília. As aulas estão suspensas desde 11 de março.

A ação foi suspensa, no final de julho, pela 6ª Vara Criminal Federal após uma liminar do STF ter determinado a paralisação das investigações contra o senador e sua filha. 

O objetivo do agendamento é evitar aglomerações nas areias, começando pela praia de Copacabana.  Prefeitura quer saber avaliação da população sobre iniciativa.

Comentários