Senhoras e senhores, Zlatan Ibrahimovic está de volta. Em seu primeiro jogo como titular no retorno à Itália, o sueco tinha todos os holofotes voltados para si, não decepcionou e marcou segundo gol do Milan no triunfo por 2 a 0 sobre o Cagliari, neste sábado, pela 19ª rodada do Campeonato Italiano. Rafael Leão abriu o placar. O resultado fora de casa no encerramento do primeiro turno da Série A tira a equipe rubro-negra de um jejum de três partidas sem vencer. O Milan chega a 25 pontos e fica a quatro do próprio Cagliari, que terminará a rodada em sexto e é o primeiro na zona de classificação para a Liga Europa. O time de Milão entrou em campo desesperado pela recuperação, após a goleada por 5 a 0 para a Atalanta e o empate em casa com a Sampdoria, que briga contra o rebaixamento, nas últimas rodadas. Mas as atenções estavam voltadas para Ibra. O jogador mostrou sentir o peso de seus 38 anos, mas continua desfilando a qualidade com a bola que o mundo conhece. Foi do sueco a melhor chance do Milan no primeiro tempo. Rafael Leão cruzou na segunda trave, Ibra cabeceou no contrapé do goleiro e ficou a centímetros de abrir o placar. O Cagliari respondeu em chute de Nández quase do meio-campo, mas Donnaruma voltou à tempo de evitar o gol dos mandantes. Na volta do intervalo, não houve tempo para conversa. Em cobrança de falta rápida no meio campo, Castillejo lançou Rafael Leão na área. O português dominou, bateu de pé direito, e a bola desviou no calcanhar de Nández antes de encobrir Olsen e entrar mansa no fundo do gol do Cagliari. Tudo isso antes dos 40 segundos do segundo tempo.

Mas faltava o dele. E ele veio aos 21 minutos do segundo tempo. Theo Hernández cruzou rasteiro da esquerda, Ibrahimovic pegou de canhota e, antes mesmo de a bola entrar no cantinho de Olsen, já abria os braços para celebrar. Era o 2 a 0 e a consagração do sueco em seu retorno ao futebol italiano. Ibra ainda faria o segundo ao receber lançamento na área e disparar uma cabeçada fulminante contra o gol do Cagliari, mas o novo camisa 21 do Milan estava impedido. No fim, vitória merecida que renova o ânimo do Rossonero no Campeonato Italiano.

Comentários