Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Esposa de Fábio Porchat, a produtora Nataly Mega protagonizou um momento engraçado nesta sexta-feira (3). O ator e humorista conversava com o ativista e político Guilherme Boulos, quando ela passou, pelada – apenas com uma toalha na cabeça – ao fundo da transmissão ao vivo. 

“Alguém passou aí”, notou Boulos. “Passou minha mulher”, disse Porchat, rindo. “Todo mundo te viu. Cara, e ela tá ainda pelada”, disse o humorista para a esposa. “Deu pra ver?”, ela questionou. “Lógico que deu pra ver. Totalmente. Até o Boulos viu”, completou ele, rindo. 

A essa altura, o ativista também já estava gargalhando. “Peço perdão, Boulos”, gritou Nataly. “Tranquilo”, respondeu ele. “Não, o pessoal gostou. Deu uma aumentada aqui na live. Deu uma subida legal”, completou Porchat. Ele mesmo compartilhou o momento nas suas redes sociais.

“Estou trabalhando tanto, que não estou nem conseguindo enjoar da minha casa. Escrevendo, criando, pensando novas idéias… Acaba que não consigo aproveitar tantos os espaços na minha casa. Tenho topado todas as lives, com todo mundo, justamente porque acho que esse é um ótimo momento para sermos solidários e se doar, podendo estar em todo lugar, falando, e estando disponível”, afirmou ele.

O humorista contou ainda como tem sido a divisão das tarefas domésticas junto com a esposa Nataly Mega. “Minha mulher gosta de passar aspirador e eu sou o louco do pano de chão. A gente se divide: ela lava o banheiro e eu lavo a cozinha, por exemplo. Ela cozinha e eu lavo louça… A gente pede muita comida também, mas minha mulher se mostrou uma cozinheira de mão cheia. Sorte a minha”, brincou.

O famoso comentou ainda sobre emagrecimento. “Perdi 17 quilos desde 15 de janeiro. Comecei a fazer exercícios, parei de beber e comecei a comer que nem um ser humano normal (risos). Quero perder mais cinco quilos. Romper a barreira dos 90 e chegar nos 89”, contou.

Casado há dois anos, Fábio Porchat confessou também que não tem maturidade suficiente para ter filhos. “Na verdade, filho me assusta mais entre a pré-adolescência até um adulto mais jovem, de 11 a 25 anos… Não sei como a gente passa por isso”, explicou.

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.

Comentários