Com a chegada do feriado da Proclamação da República nesta sexta-feira (15), milhares de pessoas devem deixar Belo Horizonte rumo ao interior do estado, a São Paulo, ao litoral do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. A partir desta quinta-feira (14), operações serão realizadas nas rodovias que cortam o estado, no entorno do Terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro e no Aeroporto Internacional de Confins.

Durante feriado de Proclamação da República de 2018, que se estendeu por quatro dias – um a mais em relação a este ano, foram registrados 123 acidentes nas rodovias mineiras, segundo a PRF. Nove pessoas morreram e 199 ficaram feridas.

Nas rodovias estaduais, o Departamento de Engenharia e Estradas de Rodagem (DEER/MG) manterá em operação 448 radares fixos para inibir excessos de velocidade. A localização e o limite de velocidade dos radares nas rodovias mineiras podem ser consultados no site do DEER/MG.

Devido ao aumento no fluxo de veículos, a PRF vai restringir o trânsito de bitrens, rodotrens, reminhões, cegonheiras carregadas e veículos com carga excedente, que necessite de Autorização Especial de Trânsito (AET), em rodovias federais de pista simples.

Nas rodovias estaduais de pistas simples, o o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER/MG) também vai restringir o tráfego de veículos de grande porte nos mesmos dias e horários.

A Via 040, concessionária responsável pela rodovia que liga Brasília (DF) a Juiz de Fora, na Zona da Mata, estima que 550 mil veículos passarão pela estrada no feriado, um aumento médio de 30% em relação aos dias normais.

Para garantir a fluidez do trânsito, a concessionária reforçou o quadro de equipes e viaturas e não fará obras nos dias de maior movimento. Serão 23 veículos de inspeção que circularão com profissionais preparados para auxiliar os usuários em diversas situações e 31 ambulâncias para resgate e socorro médico.

Leia também  Papa Francisco inicia viagem histrica ao Iraque - Internacional

Quinta-feira (14/11) – Tráfego intenso a partir das 16hSexta-feira (15/11) – Tráfego intenso das 7h às 14hSábado (16/11) – Tráfego normal.Domingo (17/11) – Tráfego intenso a partir de 14h até as 21h.

A Arteris, concessionária que administra o trecho da BR-381 no sentido BH/São Paulo, também vai intensificar a operação para o feriado. Serão disponibilizados 18 veículos de resgate, sendo seis com UTI móvel (leves, médios e pesados), três pipas, três caminhões munk e três carretas de apreensão de animais.

Mais de 181 mil passageiros devem passar pela rodoviária, entre quinta-feira (13) e segunda-feira (18). Estima-se que sejam realizadas mais de 4.000 partidas e mais de 3.900 chegadas. Também está previsto que cerca de 96 mil passageiros deixem a capital mineira no feriado.

Os dias de maior movimento para embarque serão quinta-feira (13), domingo (17) e segunda-feira (18), totalizando mais de 57 mil saídas. Para os desembarques, os dias de maior movimento são segunda-feira (18), domingo (17) e sexta-feira (15), com mais de 51 mil chegadas.

Os destinos mais procurados são São Paulo, São José dos Campos, Ribeirão Preto e Campinas, em São Paulo; Rio de Janeiro e a cidade de Cabo Frio, no Rio de Janeiro; Guarapari, Anchieta, Conceição da Barra e Vitória, no Espírito Santo; Brasilia.

Para organizar o fluxo de veículos na chegada e saída da rodoviária, a BHTrans faz intervenções na região central até segunda-feira (18). A operação também via prevê ruma área de estocagem para ônibus rodoviários ao longo da Avenida do Contorno.

Rua Rio Grande do Sul, entre Avenida do Contorno e rua dos Tupinambás (somente lado direito)Rua Saturnino de Brito, em toda a extensão, no sentido da via (lado direito), com desativação de carga e descarga. Rua Paulo de Frontin, entre Rua Acre e Rua dos Guaranis, no sentido da via (lado direito)

Leia também  Vini Jr é o quarto mais jovem a atingir 100 jogos pelo Real Madrid e recebe camisa especial | futebol espanhol

Rua Paulo de Frontin, com Avenida Olegário Maciel, sob Viaduto BRua Paulo de Frontin, com Rua Acre, somente trânsito loclRua Paulo de Frontin, com Rua dos Guaranis, permitindo a saída do estacionamentoRua dos Caetés com Avenida do Contorno, canalização, criando a direita livreViaduto B, fechamento alça da Rua dos CaetésCanalização de saíde do estacionamento superior para acesso à rua dos Guaranis e ou plataforma inferior e veículos vindos da plataforma superior para passagem pelo estacionamento inferior/contra-fluxo na rua Paulo de Frontin. Essa saída em direção à rua 21 de Abril será a mesma para veículos que acessarem o estacionamento inferior e taxistas.

Na Avenida Olegário Maciel com rua dos Caetés, vindo do viaduto B, alça avenida Pedro II, será feito bloqueio operacional com desvio via rua dos Carijós, somente para ônibus rodoviário, com o objetivo de evitar que não desrespeitem a fila de desembarque. Na rua dos Caetés com rua dos Guaranis, ônibus rodoviário vindo do viaduto B – alça avenida Antônio Carlos deverá mudar de faixa (abertura da mureta do viaduto – alça avenida Pedro II), com o objetivo de acessar a avenida do Contorno para a fila de desembarque. Caso efetuado o fechamento na avenida Olegário Maciel com rua dos Caetés (descrito acima), esses ônibus deverão seguir na avenida e convergir à direita, acessando a rua dos Carijós até a avenida do Contorno. Avenida do Contorno com rua 21 de Abril, os agentes devem garantir a fluidez na avenida do Contorno, em ambos os sentidos. Na rua Paulo de Frontin com avenida Olegário Maciel, serão priorizados o trânsito da rua Paulo de Frontin, devido ao grande número de ônibus com intenção de acessar a área de desembarque. Também serão ordenados os acessos à rodoviária, permitindo apenas ônibus e táxi. Os veículos que não queiram acessar a rodoviária deverão seguir pela avenida Olegário Maciel.Rua Paulo de Frontin, entre avenida Olegário Maciel e rua Acre, acesso somente trânsito local. Ônibus “Rodoviária Desembarque” serão estocados na faixa à esquerda da avenida do Contorno (junto à mureta do Ribeirão Arrudas), preservando as conversões à esquerda na rua Rio Grande do Sul (mão inglesa) e rua dos Caetés, acesso para Corpo de Bombeiros e Restaurante Popular.

Leia também  R$ 15 milhes em leite condensado: Ciro vai acionar governo Bolsonaro - Politica

Nos dias da chegada, a fila seguirá para a rua Acre pela rua dos Caetés, avenida Olegário Maciel, rua dos Tamoios, rua Rio Grande do Sul até no máximo a esquina com rua dos Tupinambás. Dentro da plataforma de desembarque, a operação de táxi será efetuada por duas filas, diminuindo o tempo de embarque.

O Aeroporto Internacional de BH deverá receber movimentação superior a 145 mil passageiros, segundo a BHAirport. Os dias de maior movimentação devem ser na quinta-feira (14), em que a expectativa é de 37 mil passageiros, e domingo (17), quando mais de 30 mil passageiros deverão passar pelo terminal. Na segunda-feira (18), o fluxo deverá ser de 28 mil pessoas.

Comentários