Fernanda Montenegro aponta profissionalismo em atuar com F. Torres

A atriz Fernanda Montenegro contou que trabalhar com a filha, Fernanda Torres, na série “Amor e Sorte” fez com que ela nem reparasse que estava gravando em família

“Acho que nós esquecemos que somos mãe e filha. É o trabalho de uma profissional, de uma artista, com quem eu estou contracenando”, disse ela ao “Conversa com Bial” de hoje, da Rede Globo. A série ganhou um episódio especial chamado “Gilda, Lúcia e o Bode”, que será exibido no diz 25 de dezembro. Refazer a parceria, agora, foi diferente, segundo a atriz indicada ao Oscar em 1999 pela atuação em “Central do Brasil”

“A primeira foi uma viagem de experimentos. Agora não. Agora tivemos acho que 15 técnicos em quarentena. Foram duas semanas de muitas horas de trabalho por dia, contou

Mesmo sendo cansativo, ela, aos 91 anos, diz que o importante é fazer o que se ama

“É como um esporte: requer seu físico. Tem uma hora em que a disponibilidade do fazer te domina, é como o barato de uma droga”, completou.

Leia também  Bolsonaro: “Estou quase me casando com o Rodrigo Maia”