Entre teleteatros, minisséries, séries e novelas, Francisco Cuoco fez 57 trabalhos na Globo. A história que começou em 1970 com “Assim na terra como no céu” continua sendo escrita na emissora. Para celebrar essa trajetória, o ator conversou com Pedro Bial nesta quinta-feira, 25/2.

No papo, Bial propôs um “cálculo impossível”, como definiu: em dezenas de novelas feitas, perguntou quantos beijos Cuoco deu. “57 produções? No mínimo uns 300!”, chuta o ator.

1 de 1 Francisco Cuoco conversa com Pedro Bial — Foto: Reprodução/TV Globo

Francisco Cuoco conversa com Pedro Bial — Foto: Reprodução/TV Globo

Com imagens de arquivo de “O outro” (1987), “O Astro” (1977), “Sétimo Sentido” (1982) e “O Cafona (1971), Cuoco reage à cenas com Yoná Magalhães, Marília Pêra, Regina Duarte e outras atrizes com quem contracenou.

No programa, ele admite que algumas vezes já sentiu desejo depois do beijo técnico. “É atiçar com o fogo muito perto do fogo. […] Então, eu confesso que em muitos momentos houve uma tentação.

Comentários