Grêmio ‘acorda’ no 2º tempo, vence Bragantino e mantém reação no Brasileirão – ISTOÉ Independente

O Grêmio “acordou” no segundo tempo e derrotou o Red Bull Bragantino por 2 a 1, na noite desta segunda-feira, no encerramento da 19ª rodada e também do primeiro turno do Brasileirão. O time comandado por Renato Gaúcho marcou dois gols em apenas três minutos e decidiu o jogo no segundo tempo, após 65 minutos de apatia e falhas técnicas em campo.

Você pode ganhar de 2mil a 5mil reais vendendo geladinhos gourmet!

Com o resultado, o Grêmio emplacou a terceira vitória seguida na temporada (incluindo jogo da Copa do Brasil), algo raro neste ano. Chegou aos 27 pontos, na oitava colocação, e já começa a vislumbrar o G-4, enquanto o Bragantino estacionou nos 19, na 18ª posição, dentro da zona de rebaixamento.

Grêmio e Bragantino fizeram um duelo de tempos opostos, com um primeiro tempo morno e sem graça. E com um início de segunda etapa semelhante, só alterada quando o Grêmio abriu o placar. O time gaúcho contou com a estreia de Churín e também com desconforto no vestiário.

Maicon deixou o gramado irritado com Renato Gaúcho, que precisou encarar também o incômodo de Pepê, ao ser substituído nos minutos finais. Mas foi logo depois das mudanças no meio-campo, incluindo a saída de Maicon e as entradas de Isaque e Lucas Silva, que o Grêmio deslanchou em campo e buscou seus gols.

O JOGO – Em busca de sua terceira vitória seguida na temporada, o Grêmio foi a campo com uma formação mista, sendo uma defesa toda reserva. Maicon voltou ao time. Mas o retorno do principal armador gremista não trouxe ganhos na criatividade. O primeiro tempo acabou sendo de pouca armação para os anfitriões.

Grêmio e Bragantino estiveram abaixo do esperado nos primeiros 45 minutos. Falhas técnicas, erros bobos e jogo concentrado no meio-campo tornaram a partida morna. Os goleiros praticamente não trabalharam. Em sua única intervenção, Vanderlei fez linda defesa aos 10 minutos, após finalização de longe de Carlinhos.

Leia também  Mensagem de Feliz Ano Novo 2020 para WhatsApp: veja apps com frases

Insatisfeito com a apatia do seu time, Renato Gaúcho tratou de mudar o meio-campo no segundo tempo. Começou a etapa com Isaque no lugar de Robinho, responsável pela maior parte dos erros da equipe no primeiro tempo. E, na sequência, trocou Maicon por Lucas Silva. O titular demonstrou irritação pela saída precoce do jogo e foi direto para o vestiário.

Enquanto o Grêmio tentava se acertar em campo, Bragantino crescia no jogo e ocupava mais espaços no meio e também no ataque. Só não causou mais perigo ao time da casa porque apresentava limitações no setor ofensivo.

O segundo tempo manteve a pasmaceira do primeiro até os 23 minutos, quando o Grêmio abriu o placar. Sem criatividade, o time gaúcho anotou o primeiro em lance de bola parada. Após cobrança de escanteio, David Braz pegou a sobra e mandou para as redes.

O gol mudou totalmente o panorama da partida, que ganhou em velocidade e emoção. Apenas três minutos depois, Isaque e o estreante Churín iniciaram bela jogada que culminou em forte chute de Orejuela para o gol: 2 a 0.

A resposta do Bragantino veio aos 32. Raul cruzou da direita e Hurtado completou para o gol, diminuindo a vantagem dos anfitriões. E o jogo melhorou em nível técnico, com chances para os dois lados. Mas as redes não voltaram a balançar.

Os dois times voltam a campo no domingo. O Grêmio vai visitar o Fluminense no Maracanã, enquanto o Bragantino vai receber o Santos, pela primeira rodada do segundo turno do Brasileirão.

GRÊMIO – Vanderlei; Orejuela, Rodrigues, David Braz e Diogo Barbosa; Maicon (Lucas Silva), Matheus Henrique, Robinho (Isaque), Luiz Fernando (Ferreira); Pepê (Cortez) e Diego Souza (Churín). Técnico: Renato Gaúcho.

RED BULL BRAGANTINO – Cleiton; Aderlan (Chrigor), Leo Ortiz, Ligger e Edimar; Raul, Cuello (Ricardo Ryller), Lucas Evangelista; Artur (Morato), Claudinho (Thonny Anderson) e Ytalo (Hurtado). Técnico: Maurício Barbieri.

Leia também  Neta de Gilberto Gil encanta a web ao se apresentar com a família

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.