O Manchester United sofreu, mas conseguiu vencer fora de casa o Brighton por 3 a 2, de virada, na abertura da terceira rodada do Campeonato Inglês. Os gols dos Diabos Vermelhos foram anotados por Lewis Dunk (contra), Marcus Rashford (uma pintura) e Bruno Fernandes. Maupay e March descontaram para os anfitriões.

Para se ter ideia do sofrimento dos Manchester United, que consegue se recuperar da derrota na estreia para o Crystal Palace, o Brighton carimbou a trave de De Gea em cinco oportunidades. Além disso, o gol do triunfo só saiu aos 52 do segundo tempo, com um pênalti marcado pelo VAR após o juiz ter apitado o fim da partida!

Maupay, em cobrança de penalidade cometida por Bruno Fernandes, abriu o placar aos 37 do primeiro tempo. Ainda na etapa inicial, o meia português bateu falta na área e, após bate e rebate, Dunk acabou marcando contra aos 43.

Na segunda etapa, logo aos seis minutos, Bruno Fernandes voltou a atacar de garçom e deu lindo lançamento para Marcus Rashford. O atacante da seleção inglesa penetrou na área pela ponta direita, driblou dois marcadores – um deles, Bem White, ficou caído no chão – e chutou no ângulo. Golaço.

O Brighton não sentiu o gol sofrido e seguiu pressionando até que aos 49 minutos do segundo tempo, a zaga do Manchester United cochilou após cruzamento e a bola sobrou para Solly March, sozinho, cabecear para o fundo da rede.

E quando o jogo parecia definido, o Manchester United foi ao ataque e alçou uma bola na área e ela acabou resvalando no braço de Maupay. O árbitro, que não viu o desvio, encerrou a partida logo após o lance. No entanto, o VAR entrou em ação e anotou a penalidade mesmo após o apito final (pelo regulamento, se os times não saírem de campo, o juiz pode recomeçar o jogo de acordo com a marcação do árbitro de vídeo).

Confira abaixo os outros jogos da 3ª rodada da Premier League (todos nos horário de Brasília), que tem na segunda-feira o clássico dentre Liverpool e Arsenal

Comentários