O outono no Hemisfério Sul do planeta começa neste sábado (20) e vai até 21 de junho. No Brasil, as temperaturas ficam mais amenas e, ao mesmo tempo, ocorre a redução do volume de chuvas.

Mamedes Luiz Melo, meteorologista do INMET, explica que o outono é uma estação de transição entre o verão e o inverno, sendo mais marcante entre as regiões sul, sudeste e centro-oeste do país. A região norte e o sertão nordestino podem ainda ter picos de chuvas elevadas durante o outono.

O meteorologista fala ainda sobre a mudança de estação e a previsão para outras regiões do país. 

“Para a região central do país a temperatura começa a cair um pouco mais. E também é bem marcante a diminuição das chuvas nestas áreas central e sudeste do Brasil”, observa Mamedes. 

Doenças respiratórias

O médico Marcelo Simão, ex-presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), diz que o outono não é marcado pelo agravamento de doenças, mas como antecede o inverno, é preciso atenção para as doenças respiratórias incluindo a covid-19.

O infectologista defende que a vacinação contra a gripe deve ser antecipada pelo Ministério da Saúde e prevê que nos próximos anos essa vacina seja associada à da covid-19.

*colaborou Simone Magalhães

Comentários