O Paris Saint-Germain se inspirou em suas origens para projetar um futuro brilhante. Prestes a completar 50 anos de fundação, em 12 de agosto, o time dos brasileiros Thiago Silva, Marquinhos e Neymar lançou nesta terça-feira seus dois novos modelos de uniforme para a temporada 2020/21 inspirados nos que usou nos anos 1970. A estreia deve ser no amistoso de logo mais, contra o Celtic, às 14h (de Brasília), no Parc des Princes – o GloboEsporte.com transmite em Tempo Real.

🆕👕🔥𝑭𝒊𝒆𝒓𝒔 𝒅𝒆 𝒏𝒐𝒔 𝒄𝒐𝒖𝒍𝒆𝒖𝒓𝒔 depuis 5⃣0⃣ ans ❤️💙✊ @marquinhos_m5 #ICICESTPARIS pic.twitter.com/Yw1dHcXG7b

A faixa vermelha vertical no meio das camisas principal (azul) e reserva (branca) retomam a ideia elaborada em 1973 pelo designer Daniel Hechter, um dos primeiros presidentes do clube.

– Não havia melhor maneira de comemorar os 50 anos do Paris Saint-Germain do que com o retorno dessa camisa icônica. Exala o estilo, paixão, ambição e energia deste clube único, embaixador de Paris, cidade da luz – afirmou em comunicado Nasser Al-Khelaïfi, presidente e CEO da Paris Saint-Germain.

Marquinhos e Mbappé foram os garotos-propaganda das peças de divulgação nas redes sociais. O zagueiro brasileiro protagonizou o filme, e Mbappé apareceu com destaque nas fotos.

– Hoje, o clube tem o prazer de dar uma nova vida a esta lendária camisa, que mais de 450 jogadores usaram com bravura e talento ao longo desta fabulosa aventura que começou há 50 anos. Esta camisa é um convite para reunir nossos apoiadores de todas as gerações, em Paris, França e em todo o mundo. Juntos, escreveremos o próximo capítulo de nossa história, cheio de ambição sem limites. E com a convicção de que o melhor ainda está por vir – disse Nasser Al-Khelaïfi.

Comentários