A maior rivalidade do futebol feminino francês ganhou um capítulo especial nesta sexta-feira. Com um gol da atacante Marie Katoto, o Paris Saint-Germain derrotou o Lyon por 1 a 0, no Parc des Princes, e encerrou uma invencibilidade de 80 jogos do adversário na competição.

De quebra, o PSG assumiu a liderança do Francês, na nona rodada, agora com 25 pontos, um à frente do Lyon. A brasileira Luana foi titular do PSG, e deu lugar nos minutos finais da partida à veterana Formiga, também da seleção brasileira. O gol da vitória saiu aos dez minutos de jogo: lançada por Kadidiatou Diani, Katoto driblou a goleira Christiane Endler e marcou em chute cruzado.

Campeão francês feminino nas últimas 14 edições, o Lyon não perdia pela competição desde dezembro de 2016, quando foi derrotado justamente pelo PSG. Esta é a segunda maior série invicta do Francês Feminino, atrás da sequência de 87 partidas sem perder, também do Lyon, entre 2010 e 2014. Contando todas as competições, incluindo torneios amistosos, o Lyon também defendia uma longa invencibilidade de 82 jogos, desde a derrota para o North Carolina Courage em julho de 2018.

Apesar da hegemonia, o Lyon já vinha encontrando dificuldade para superar o PSG nas últimas temporadas. Em agosto deste ano, o time conquistou a Copa da França nos pênaltis, após 0 a 0 com a equipe de Paris.

Duas semanas depois, novo encontro, pela semifinal da Liga dos Campeões da Uefa, com vitória por 1 a 0 do Lyon, que depois conquistaria o heptacampeonato europeu superando o Wolfsburg na decisão.

Ano passado, o Lyon também precisou dos pênaltis para superar o PSG na decisão da primeira edição da Supercopa da França Feminina, após 1 a 1 no tempo normal.

Este ano, o Campeonato Francês foi paralisado poucos dias antes do clássico entre PSG e Lyon, no dia 14 de março, em Paris, quando a equipe da capital tentaria empatar em pontos com o líder da competição.

Com o encerramento precoce da temporada no país, o Lyon foi declarado campeão francês, três pontos à frente do PSG (44 a 41), sem a disputa das últimas seis rodadas.

Comentários