PSL cobra R$ 200 mil de advogada de Bolsonaro

O PSL decidiu cobrar de Karina Kufa, advogada de Jair Bolsonaro, a devolução de R$ 200 mil ao partido, diz a Folha.

Se a advogada não restituir o valor à legenda, o partido ameaça ir à Justiça.

O PSL diz que Karina Kufa, que rescindiu o seu contrato com a legenda, não prestou os serviços acertados na assinatura do acordo.

O partido alega ainda que foi pego de surpresa com a rescisão do contrato.

“Não obstante tenha recebido os valores em contrapartida pela prestação dos serviços, estes não foram prestados durante o prazo de vigência do contrato, ora rescindido pela sociedade de advogados”, diz o texto do PSL.

Leia também  Rodada tem Flamengo, Vasco e Grenal decidindo título na Copa São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *