O contador Maicon Souza explica que os autônomos precisam respeitar o limite de R$ 28.559,70, para fazer a declaração. “Se atingiu um valor menor que esse não é obrigado. Mas, se ele quiser comprar um bem a declaração pode ser útil para comprovação de renda.”

Já o encarregado Cristiano Marques quer saber se um veículo comprado parcelado entra na declaração do IR. O contador orienta que é preciso declarar o valor total do bem. Porém, identificar o valor pago à vista, como entrada, e as parcelas adicionais no próximo ano.

Souza destaca algumas novidades na declaração deste ano. “Uma delas é a despesa com empregada doméstica. A Receita cortou a dedução com o INSS. Então quem declarava essa dedução hoje não pode mais.”

Deve declarar o IR neste ano quem recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2019. O valor é o mesmo da declaração do IR do ano passado. Contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma tenha sido superior a R$ 40 mil no ano passado; Quem obteve, em qualquer mês de 2019, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas; Quem teve, em 2019, receita bruta em valor superior a R$ 142.798,50 em atividade rural;Quem tinha, até 31 de dezembro de 2019, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil;Quem passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês do ano passado e nessa condição encontrava-se em 31 de dezembro de 2019;Quem optou pela isenção do imposto incidente em valor obtido na venda de imóveis residenciais cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais localizados no país, no prazo de 180 dias, contado da celebração do contrato de venda.

Leia também  'Batom de Cereja' e amizade com Caio, Israel fala de Rodolffo

O contribuinte pode enviar a declaração até as 23h59, do dia 30 de abril. Mas os contribuintes que enviarem a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, receberão mais cedo as restituições do Imposto de Renda, se tiverem direito a ela. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade.

close

🤞 Não perca nada!

Assine nossa newsletter e receba novidades e ofertas exclusivas!

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

Conheça o Desafio 19 dias!