Mesmo perdendo duas cobranças de pênalti, o River Plate, da Argentina, fez oito (sim, oito) gols no fraquíssimo time peruano Deportivo Binacional, vencendo a primeira partida nesta Copa Libertadores da América. O jogo, realizado na noite de desta quarta-feira 11, no Estádio Monumental de Nuñez (de portões fechados, por uma punição prévia ao River), embolou de vez o Grupo D da competição continental. Afinal, o Binacional havia vencido o São Paulo por 2 a 1 no alto dos 3 825 metros de Juliaca, no Peru.

Apesar dos 8 a 0, a noite não começou tão boa assim para o time de Buenos Aires. Aos 14 minutos da etapa inicial, De La Cruz perdeu um pênalti para os donos da casa. Dezenove minutos depois, foi a vez de Nacho Fernández mandar um balaço na trave e desperdiçar mais uma penalidade. Mesmo assim, o time argentino conseguiu abrir o placar com o gol de Casco. No segundo tempo, Rojas, Paulo Díaz, Nacho Fernández (duas vezes), Carrascal, Matías Suárrez e Borré marcaram e atropelaram o frágil rival peruano.

Se a vitória do São Paulo sobre a LDU de Quito se mantiver no Morumbi, todos os times do Grupo D terão três pontos em dois jogos disputados. River deve assumir a liderança da chave justamente pelo saldo de gols.

Comentários