Depois de tomar 3 a 0 na estreia da Libertadores, com time reserva, o River Plate voltou a campo pela segunda rodada da competição e goleou o Binacional, do Peru, por 8 a 0 no Monumental de Nuñez.

Com a vitória, os argentinos somam os primeiros três pontos na competição e empata com LDU e Binacional. Dessa forma, pressiona o São Paulo a também vencer o seu jogo contra os equatorianos.

Ainda punido e atuando com portões fechados, o River não sentiu falta da torcida e começou com tudo para cima dos peruanos. O time da casa conseguiu dois pênaltis, aos 15 e aos 34, mas desperdiçou ambos. No primeiro, o goleiro Raúl Fernández pegou a cobrança de De La Cruz, já no segundo, Ignacio Fernández bateu na trave.

Na segunda etapa, o River não tirou o pé do acelerador e transformou a vitória simples em uma enorme goleada. Borré foi oportunista ao marcar aos nove minutos, e três minutos depois Carrascal deixou o dele.

Já na reta final de partida, aos 28, foi a vez de Ignacio Fernandez balançar as redes, enquanto Rojas aproveitou cruzamento e marcou o quinto, aos 33. Dois minutos depois, Paulo Díaz recebeu cruzamento e mandou a bomba para ampliar. Aos 42, Matías Suárez marcou o sétimo e Ignacio Fernández anotou mais um para fechar o placar.

Comentários