A Uber, pioneira no setor de viagens compartilhadas, em vez de ser parte da solução para o transporte urbano pode estar adicionando problemas relacionados à poluição, revela um estudo publicado nesta quinta-feira (21).

Segundo a Transport & Environment, que agrupa ONGs na Europa para promover soluções sustentáveis de transporte, a Uber revolucionou o setor de táxis, mas não levou à redução das viagens de carro particular em Londres e em Paris.

Em vez disso, a conveniência de reservar viagens de carros torna o aplicativo "cada vez mais popular, arriscando provocar uma reversão de uma tendência de 15 anos de redução de viagens de carro nas cidades", segundo o estudo.

As operações da Uber em Londres, Paris e Bruxelas produzem cerca de 525 mil toneladas de CO2 por ano, o que equivale às emissões de 250 mil carros, estima o relatório. Esses veículos são movidos principalmente a diesel.

"Se a Uber continuar sua prática comercial atual de adicionar mais carros com motor de combustão e quilômetros impulsionados por combustíveis fósseis em nossas cidades, isso será um obstáculo à transição para cidades verdes e sustentáveis na Europa", afirmou a organização.

close

🤞 Não perca nada!

Assine nossa newsletter e receba novidades e ofertas exclusivas!

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

Conheça o Desafio 19 dias!