O secretário de Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, explicou na manhã desta segunda-feira (16) como é o fluxo de procedimentos para pacientes com suspeita de coronavírus. O protocolo determina a atitude a ser tomada desde a descoberta dos sintomas até a confirmação ou descarte da doença. Ele também indicou o uso de um aplicativo – Corona SUS – antes de tudo, para auxiliar no processo (veja abaixo como baixar).

Goiás tem quatro casos confirmados de coronavírus e 85 suspeitos até esta segunda-feira (16). De acordo com Alexandrino, inicialmente, a pessoa precisa se enquadrar em alguns critérios para ter a suspei considerada suspeito: ter febre, tosse, coriza e dificuldade para respirar, além de histórico de viagem para fora do país ou de outro estado que tenha casos de doença registrados ou contato com alguém nessas condições.

Nessas circunstâncias, primeiramente, é necessário procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Após avaliação, o médico, se julgar pertinente, deve acionar uma equipe do Centro de Informações Estratégicas e Resposta de Vigilância em Saúde (Cievs).

Quem tiver acesso ao plano de saúde, também pode procurar uma unidade de saúde privada. O secretário informou que alguns laboratórios particulares já realizam o exame ao custo que varia entre R$ 150 e R$ 500.

Nessa situação, quando preciso, a pessoa é levada para unidades de referência, no caso de Goiás, para o Hospital de Doenças Tropicais (HDT) ou o Hospital do Servidor, que está sendo usado para receber exclusivamente pacientes do Covid-19.

O Ministério da Saúde desenvolveu um aplicativo, o Corona – SUS, que ajuda o cidadão a saber se precisa ou não procurar uma unidade de saúde, passar pelo exame ou se isolar em casa. É possível fazer o download gratuito pelo sistema Android e pelo iOS.

No aplicativo, é possível encontrar informações sobre os sintomas, dados atualizados da contaminação da doença no mundo, países que estão sendo monitorados, além de orientações sobre como se prevenir.

Entre na loja virtual do sistema operacional pelo celular (Playstore ou Applestore);Faça uma busca pelo nome do aplicativo: “Corona – SUS”;Clique para fazer o download do app;Ao abri-lo, é possível ver a tela inicial, que mostra um botão indicando para entrar no aplicativo;Em seguida, aparecerá uma série de termos para ler, depois clique em “aceitar”;O aplicativo abrirá um mapa mostrando a sua localização e as principais unidades básicas de saúde à sua volta;Na parte inferior do mapa, haverá a pergunta: “Como está sua saúde neste momento?”;No caso de a resposta ser “sim”, o app abre uma tela lhe agradecendo pela colaboração e dando dicas que deve seguir para evitar a contaminação pelo coronavírus;No caso de a resposta ser “não”, o sistema passará a fazer uma séria de perguntas sobre os seus sintomas e se você teve contato com casos suspeitos ou confirmados de Covid-19;Clique sobre os sintomas que você tem e sobre as suas respostas para as perguntas sobre contato;Confirmando o envio das respostas no botão no inferior da tela, o aplicativo dá um resultado baseado nas suas respostas: podendo ser provável ou não suspeita de contaminação por coronavírus;Se tiver perguntas sobre o assunto, o MS disponibiliza o contato 136, que pode ser discado para tentar sanar essas dúvidas.

Também é possível descobrir pelo app se uma informação que você recebeu é falsa ou verdadeira. Quem receber algo suspeito também pode denunciar enviando uma mensagem de forma gratuita pelo (61) 99289-4640.

Comentários