Teatro e cinema sairão prejudicados na nova gestão da Petrobras. O novo presidente da estatal, Roberto Castelo Branco, pretende cortar todos os patrocínios para essa área. De acordo com o jornal O Globo, o plano é focar os patrocínios em um projeto de educação infantil voltado para a ciência e tecnologia.

Segundo informações divulgadas pelo colunista Lauro Jardim, o valor dos patrocínios deve ficar na faixa dos R$ 100 milhões. No projeto de ciência e tecnologia, serão priorizadas crianças de comunidades pobres das regiões onde a Petrobras tem unidades de produção.